pesquisa magos da luz

Custom Search
------------------- -------------------------------------
English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

9 de nov de 2010

Viagem Astral

envie seu relato sobrenatural ou pergunta piresvale@gmail.com os relatos serão divulgado aqui
Viagem Astral
Apesar de nem todas as palavras a baixo serem as mas mesmas do livro, e ter acrescentado alguns pontos de vista, não seria justo da minha parte não deixar aqui os créditos dos ensinamentos abaixo.
As idéias aqui expostas se encontram no livro "Voar sem Vassoura" da autora D.J.Conway. Espero que essas possão servir de ajuda nessa viagem pelo conhecimento. Boa Leitura!
O Plano Astral
Antes de mais, é necessário compreender as divisões da mente que influenciam a viagem astral. Cérebro e mente não são a mesma coisa; o cérebro e um órgão, enquanto a mente, palavra que provém do grego menos (espírito), é uma parte do indivíduo que sente, compreende, pensa, recorda e deseja. Apesar de os cientistas terem determinado muitas das funções cerebrais, a ciência não tem qualquer idéia sobre a função da mente, nem sabe, a não ser de modo vago, como explicá-la, ou onde situá-la.
Nos humanos, a mente consciente está associada ao hemisfério esquerdo do cérebro. Às ondas cerebrais rápidas e de baixa voltagem que vibram entre 14 e os 28 ciclos por segundo, ligadas à atividade de mente consciente, chamamos ondas Beta.
A mente subconsciente está associada ao hemisfério direito do cérebro, que é a parte criativa. É artística, intuitiva, produz imagens e está ligada à imaginação e a criatividade. É a crença poderosa que se forma nesta área da mente que cria as manifestações e nos dá a capacidade de realizar a magia. A mente subconsciente produz as ondas Alfa que vibram entre 8 e os 13 ciclos por segundo.
Freqüentemente, nos períodos de contemplação, estas ondas Alfa estão misturadas com outras ainda mais lentas, a qe chamamos ondas Teta. Quando a mente subconsciente se encontra no estado Alfa-Teta, o seu poder é dez vezes superior ao da mente consciente; este fato dá-lhe a possibilidade de desempenhar feitos "impossíveis". Esta mistura das ondas Alfa-Teta parece ser comum mesmo durante outras atividades que não a meditação nas pessoas que possuem dotes psíquicos e, também, naquelas que são criativas.
Há uma terceira parte da mente à qual a maioria das pessoas presta pouca atenção. Trata-se da mente superconciente, a parte mais nebulosa do nosso processo de pensamento. É esta seção que emite o estado de sonolência das ondas Teta, que vibram entre os 4 e os 7 ciclos por segundo. Quando conseguimos atingir o estado de superconsciência, encontramo-nos em meditação profunda, em transe, ou fazendo viagem astral.
Existem deteminadas pessoas que não deveriam empreender deliberadamente uma viagem astral. Escritores muito conceituados em áreas como a metafísica, a bio-regeneração e a psiquiatria fazem o mesmo aviso: os neuróticos depressivos, os que possuem uma imaginação perigosamente ativa, os epiléticos, os doentes mentais, os grandes fumadores de marijuana e, também, aqueles que estão profundamente dependentes de drogas, nÃo deveriam entrar em estados de meditação profunda, em transe, nem treinar bio-regeneração. Os problemas destas pessoas pioram, freqüentemente, com o desenvolvimento destas práticas.
O mesmo princípio aplica-se às pessoas cujo temperamento é instável, às que são altamente sugestionáveis ou que não desejam enfrentar a verdade dos seus atos na vida.
Todas as tradições que crêe no plano astral nos falam da existência de mais de um nível astral. Várias tradições afirmam que níveis são sete, contendo áreas superiores e inferiores. É possível que estes esteja ligados aos sete chakras, ou centro de força.
Devemos saber também que você só consegue afastar ou exorcizar um espírito com base naquilo que ele acredita, e não naquilo que nós acreditamos. Um exemplo disso é tentar afastar uma entidade que nunca acreditou na Biblia ou em religião Cristã com palavras de Jesus, ou em nome dele. Esse tentativa pode ser totalmente em vão.
Felizmente, a maior parte dos espíritos que habitam o plano astral inferior não tem força ou não sente suficientemente habilitada para causar problemas aos humanos que habitam o corpo físico. Algumas delas estão perdidas em seu próprio subconsiêncte e pagando por suas "marcas" dos erros causado pelo passagem aqui no plano físico.
Antes que encerrar a parte sobre Plano Astral, é bom lembrar que para uma entidade exerça algum poder sobre nós, é necessário que acreditemos nela. Lembre-se também que o plano astral é sensível a pensamentos e às emoções. Negarmos nosso medo, são significa que ele deixou de existir; o que temos que fazer é substituir o pensamento negativo por um outro que seja positivo. Por exemplo: se acreditarmos na reencarnação, não existe motivo algum que nôs leve a temer a morte.

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Marcadores

Follow by Email

Recent Posts

Postagens populares

Minha lista de blogs