pesquisa magos da luz

Pesquisa personalizada
-------------------
Mostrando postagens com marcador AMOR PLATÔNICO. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador AMOR PLATÔNICO. Mostrar todas as postagens

5 de mar de 2012

A IGREJA DE SATANÁS


Quando se fala em satanismo, logo nos vem à mente homens vestidos de compridas roupas negras com um punhal na mão rodeado por velas pretas, sacrificando alguma vítima. Esta talvez, é a concepção de milhares de pessoas que conhece o termo “satanismo” apenas pela lembrança herdada de filmes de terror ou de alguns livros cujo conteúdo pertence a idade média (no Brasil em anos recentes, entre as igrejas evangélicas, este tipo de satanismo ficou bastante conhecido devido a propaganda do livro de Rebecca Brown, “Ele Veio para Libertar os Cativos”). No entanto o satanismo moderno não tem nada que ver com essa imagem grotesca, é mais um tipo de religião humanista. É verdade que existem este tipo de ritual que incluem sacrifícios de vítimas humanas (ao contrário de algumas opiniões cépticas no assunto, há bastante evidencias para apoiar estes acontecimentos) , mas são realizados normalmente por pessoas desequilibradas psicologicamente. Entretanto o satanismo mais conhecido hoje em dia foge radicalmente dessa concepção.





A religião satânica moderna é caracterizada pela busca do hedonismo e pela rejeição a toda forma de cristianismo, é uma rebelião ao sistema de governo atual. Que tende a oferecer ao ser humano uma liberdade irrestrita no que tange as normas de comportamento e moral estabelecidas, chocando-se claramente com a filosofia cristã de vida.

Devido a mudança de paradigmas em nossa geração o satanismo ganhou bastante campo e está conquistando um grande número de adeptos vindos das mais variadas classes sociais. Os jovens são talvez o grupo mais vulnerável a embrenhar no submundo desta religião. Haja vista as bandas de rock pauleira serem só alguns, dentre os muitos divulgadores do satanismo.

Existem quatro significados básicos que são usados para descrever alguns grupos de Satanismo, a saber: Satanismo Religioso, Satanismo gótico, Satanismo filosófico, e outros.



Satanismo gótico: A palavra “Satanismo” às vezes é usado como um nome moderno para lendas Cristã introduzidas durante a idade média. A Igreja ensinou que algumas " Bruxas", principalmente as mulheres, adoravam Satanás. Diziam que elas faziam juramento para entregarem suas vidas ao príncipe das trevas; seqüestravam e matavam bebês; dedicaram suas vidas a prejudicarem outros pelo uso de maldições e magia negra e voavam pelo ar em cabos de vassoura; Este tipo de " Satanismo " não existia então e não existe hoje tão pouco. Um dos casos mais conhecidos que popularizou o satanismo foi o caso das “Bruxas de Salém” em 1692. Porém, um " Pânico " sobre assassinatos Satânicos foi desencadeado em 1980, em grande parte por uma minoria de feministas e cristãos conservadores.

Todavia as convicções deles sobre abusos nos rituais Satânicos evaporaram em grande parte devido à falta completa de evidências de que estes crimes na verdade aconteceram.



Satanismo religioso: Alguns destes são adultos que adoram uma deidade pré-cristã,por exemplo "Set", o deus egípcio. Há até uma igreja com esse nome chamada de, “Templo de Set”, esta é uma ramificação da “igreja de Satanás” fundada em 1975. Outros são Ateus ou Agnósticos que não vêem Satanás como uma entidade viva; eles o vêem como um símbolo de poder, vitalidade e prazer.



Dabblers satânicos: Estes são adolescentes tipicamente rebeldes que criaram sua própria forma de magia negra. Alguns alegam que é o satanismo religioso junto com outras religiões do neopaganismo que são tipicamente responsáveis pela pichação satânica que é visto ocasionalmente nos lados de edifícios. Alguns “Dabblers” podem sacrificar um gato ou cachorro pequeno em seus rituais; mas isto é bastante raro.



Outros significados:



1. Às vezes, o termo "Satanismo" é usado como artigos ou em sermões de ódio religioso.

2. Satanismo pode ser usado ao se referir a um seguidor de uma religião minoritária pequena como Wicca, Vodu, etc.

3. Às vezes se referirá ao seguidor de uma religião mundial principalmente como Budismo, Hinduísmo, etc.

4. Ocasionalmente um assassino com assassinatos em série reivindicará ter estado debaixo da influência de Satanás quando cometeu os crimes. Porém, investigações geralmente revelam que tais pessoas na verdade sabiam pouco ou nada sobre Satanismo, mas simplesmente estava se defendendo atrás do jargão: "Satanás me fez fazer isto ou aquilo". Alguns pedófilos que abusam sexualmente de crianças também alegam estar envolvidos com satanismo quando na verdade não estão.



Mui freqüentemente, um escritor ou leigo misturará todos os quatro tipos de Satanismo em um único artigo, sem fazer diferença entre eles.





Satanismo e a Polícia

Uma série de pânicos satânicos varreu a América do Norte nos anos oitenta. Os satanistas foram acusados de seqüestrar, matar e até mesmo comer crianças. Era comum denúncia de assassinatos em rituais satânicos que chegavam a estimativa de 50 mil por ano. Muitos foram convencidos inicialmente que existia um culto satânico em escala mundial que era o responsável por esses crimes horrendos em massa. Alguns oficiais de polícia ficaram alarmados. Eles dispensaram um esforço enorme em desvendar esses crimes acreditando que eram feitos por satanistas, entretanto todo esse esforço foi mal sucedido por que os crimes nunca aconteceram. Logo apareceram os ditos “peritos” em abuso de ritual satânico, e começaram a dar seminários a assistentes sociais e outros.

Nos anos de 1980, Kenneth V. Lanning da Unidade de ciência do comportamento do FBI em Quantico, começou a investigar os relatórios de Abuso de Ritual Satânico e ficou convencido que eles nunca existiram (ou quase assim), em grande parte por causa da falta de evidências de que quaisquer destes crimes tenha ocorrido de fato. Um segundo indicador era que uma conspiração desta magnitude não poderia permanecer em segredo por muito tempo. Ele documentou suas conclusões em um relatório no Guia de investigação de 1992 tendo como título “Para Alegações de 'Ritual' de Abuso de Crianças”.

Em meados dos anos noventa, a maioria das autoridades tinham ficado muito céticos quanto à existência destes crimes envolvendo rituais macabros com crianças.





A IGREJA DE SATANÁS







O maior e o mais tradicional grupo de satanistas dentro do “Satanismo Religioso” é a Igreja de Satanás, a qual muitas pessoas acreditam que foi fundada em Walpurgisnacht, 1966-ABRIL-30, (ano de Satã) por Anton Szandor LaVey (1930-1997) .

As convicções, práticas e rituais da Igreja de Satanás tem muito pouco que ver com o conceito Cristão de Satanás. O conceito predominante na igreja de Satanás é pré-cristão, e derivou da imagem pagã de poder, virilidade, sexualidade e sensualidade. Satanás é visto como uma força da natureza, não uma deidade viva. O conceito deles a respeito de Satanás não tem nada que ver com Inferno, demônios, tortura sádica, e o mal. Para atrair publicidade, eles clonaram o mesmo ritual católico de missa, sendo chamado inversamente de missa negra, para ridicularizar a Igreja Católica.





CONVICÇÕES E PRÁTICAS DA IGREJA DE SATANÁS





· Eles não adoram uma deidade viva.

· A ênfase principal recai sobre e no poder e autoridade do Satanista individualmente, em lugar de um deus ou deusa.

· Eles acreditam que não existe nenhum redentor que deu sua vida pela humanidade - que cada pessoa é a própria redentora dela mesma, completamente responsável pela direção de sua própria vida.

· O Satanismo alega respeitar e exaltar a vida. Dizem que as crianças e animais são as mais puras expressões dessa força de vida, e como tal é sagrado e precioso.



Há provavelmente menos que 10,000 Satanistas religiosos na América do Norte sem serem incluídos as gangues adolescentes e indivíduos que pratica isoladamente esta forma de religião. A organização Satânica mais bem conhecida como já dissemos é a Igreja de Satanás. Associado com muitos outros grupos independentes.

O FUNDADOR DA IGREJA DE SATANÁS

Foi levantado muitos rumores sobre a vida de Anton Szandor LaVey (1930-1997) antes dele fundar a Igreja de Satanás: Dizem que ele era um domador de leão, , fotógrafo policial, estudante de criminologia, organista oficial de igreja, etc. Mas parece que tudo isso ainda é duvidoso.

A persistência destes rumores é devido em parte ao extenso talento de publicidade de Anton.

Os grupos satanistas religiosos existiram durante os anos de 1950, ambos nos Estados Unidos e no Reino Unido. Mas eles eram pouco conhecidos. O satanismo moderno estourou na consciência das massas em Walpurgisnacht, 30 de abril de 1966, quando LaVey anunciou a criação da Igreja de Satanás. Publicistas profissionais como Edward Webber, sugeriu que ele " nunca ganharia qualquer dinheiro dissertando pelas noites de sexta feira... seria melhor formar algum tipo de igreja e obter uma escritura do Estado da Califórnia... Eu contei na ocasião para Anton que a imprensa ia sacudir em cima de tudo isso e que nós adquiriríamos muita notoriedade ".A Formação da Igreja de Satanás aconteceu muito tempo depois em 1966; foi publicado em um artigo de jornal que recorreu a LaVey como o " padre da igreja " do Diabo .

É crido amplamente que LaVey tenha sido o conselheiro técnico para o filme “O Bebê de Rose Mary” de 1968. Ele reivindicou ter feito o papel do Diabo naquele filme!

LaVey escreveu a “Bíblia Satânica” em 1969 que foi seguido pelo livro “A Bruxa Completa” (1970) que depois mudou para o nome de “A Bruxa Satânica”. “Os Rituais Satânicos”, foram publicados em 1972.. Estes são essencialmente os únicos livros prontamente disponíveis ao público no Satanismo. Muitas publicações adicionais foram escritas através de outros grupos Satânicos. Porém, elas não estão disponíveis ao público, tendo que recorrer a sites satânicos para poder obtê-los.

Anton LaVey morreu em 1997.
DECLARAÇÕES SATANICAS
As nove declarações Satânicas formam o cerne das convicções da Igreja de Satanás. Eles foram escritos por Anton LaVey. Em forma abreviada, declaram que Satanás representa:
· Indulgência, não abstinência
· Existência vital, não sonhos espirituais vazios.
· Bondade merecida não amor desperdiçado
· Vingança, ao invés de virar a outra face.
· O Homem como nenhum outro animal é o mais vicioso de todos.
· Satisfação de todos os desejos da carne etc.
OS NOVE PECADOS SATÂNICOS SÃO:
· Estupidez,
· pretensão,
· solidão,
· decepção,
· conformidade,
· falta de perspectiva,
· esquecimento de ortodoxias passadas,
· orgulho e
· falta de estética.

TEOLOGIA SATÂNICA
· Pessoas criaram Deuses em muitas formas; escolha um que poderá lhe ser útil.
· Céu e inferno não existem.
· Satanás não é relacionado com o conceito moderno do diabo Cristão. Os satanistas vêem Satanás como um princípio de vida pré-cristão que representa os aspectos carnais, terrestres, e mundanos de vida.
· Satanás não é um ser, uma entidade viva; ele é uma força de natureza.
· A vida humana é celebrada e considerada sagrada.
· O mais importante feriado Satânico é o aniversário de Satanás (30 de Abril). O de menos importância é: “O dia das Bruxas” (noite de 31 de outubro), mas ambos são igualmente comemorados.
· Missas negras (parodia com o ritual Católico Romano) normalmente não é executado por Satanistas regularmente (exceto em ocasiões raras).

RITUAIS E CERIMÔNIAS
· Nomes usados incluem o de Satanás, Lúcifer, Belial e Leviatã.
· Os rituais de magia consistem em três tipos:

1. Magia de sexo (inclui masturbação),

2. Ritual de felicidade, e
3. Ritual de destruição (pode incluir os seguintes atos: espetar alfinetes em uma boneca; desenhar um quadro ou escrever uma descrição da morte da vítima).Os rituais de destruição são melhores executados por um grupo.



· Satanistas do sexo masculino usam roupões compridos e pretos, com ou sem um capuz.

· Mulheres jovens usam roupa sexualmente sugestiva; as mulheres mais velhas usam só preto.

· Muitos Satanistas tradicionais usam diferentes amuletos que levam o símbolo de Baphomet, sendo esta a cabeça de uma cabra dentro de um pentagrama invertido (estrela de cinco pontas com uma ponta para baixo e duas para cima). É rodeado por um círculo. Algumas fontes sugerem que esta é uma marca de comércio registrada da Igreja de Satanás. Isto não é verdade; o símbolo já circulava durante muitas décadas antes da Igreja ser fundada. A própria Maçonaria já possuía este símbolo!

· A Bíblia Satânica mostra um símbolo localizado em cima das Nove Declarações satânicas. É um sinal de infinidade (uma figura 8 em seu lado). Uma cruz romana é colocada ao centro da figura com um segundo, pedaço atravessado mais longo. Este não é um símbolo satânico; é um símbolo alquímico antigo.

· Quando a Bíblia Satânica foi escrita (1969) uma mulher nua era usualmente usada em um altar, desde que o Satanismo é considerado como uma religião da carne, não do espírito. Ela reclinava em um altar que era em forma trapezoidal, aproximadamente de 1 metro de altura, ali, após a cerimônia, ela praticava orgias com o sacerdote satânico.

· Uma vela branca é colocada à direita do altar; simboliza as convicções hipócritas dos satanistas de Magia Branca. Enquanto uma vela preta, é colocada representando os Poderes da Escuridão, à esquerda do altar. Estes poderes são fontes de energia que é atualmente desconhecida e escondida. São orientados a terem velas pretas adicionais para prover iluminação suficiente.



FERRAMENTAS DO RITUAL



Um ritual simples pode incluir uma única vela com mais algumas ferramentas, no entanto rituais mais elaborados podem incluir o seguinte:

· Um sino que é tocado nove vezes no princípio e no fim do ritual;

· Um cálice, idealmente feito de prata; pode não ser formado de ouro porque isso é um metal que Satanistas associam com o Cristianismo e religiões Neopagãs.

· Outras ferramentas do ritual incluem um gongo, espada, elixir (normalmente vinho), falo, e pergaminho. São colocados juntamente com o cálice e o sino em uma mesa pequena perto do altar.



REGRAS DE COMPORTAMENTO



· A Oração é inútil pois distrai as pessoas.

· Matança no ritual (de humanos ou animais) viola os princípios Satânicos. O Sangue tirado de uma vítima é inútil. As vítimas são mortas simbolicamente não de fato.

· Os membros desfrutam de indulgência em vez de abstinência. Eles praticam com alegria todos os sete pecados cristãos mortais (ganância, orgulho, inveja, ódio, glutonaria, luxúria e indolência)

· Se um homem bater em sua face, bate na outra dele também.

· Façam aos outros como eles fazem a você.

· Se ocupe livremente de atividades sexuais, conforme suas necessidades exigem (que podem ser com um só parceiro ou tendo sexo com muitos outros; pode ser do tipo heterossexual, homossexual ou bissexual, usando fetiches sexuais como você desejar, mas o ideal é uma relação monógama baseado em compatibilidade e compromisso).

· O suicídio é praticamente proibido.

· O Satanista não precisa de nenhuma lista elaborada e detalhada de regras de comportamento.

· Para fazer parte e ser associado ao grupo é necessário ser de idade adulta, a menos que um adolescente obtenha a permissão escrita do pai ou responsável.



PROGRAMA DE TRABALHO POLÍTICO



· Terminação do mito de igualdade para tudo.

· Taxa para todas as igrejas.

· Remover qualquer convicção religiosa que esteve incorporada à legislação.

· Ter liberdade para tudo a fim de viver dentro de um ambiente de escolha própria.



A Igreja de Satanás é altamente descentralizada. Acreditam que uma organização central forte não é muito importante. É esperado que cada Satanista siga seu próprio caminho.

O local onde os satanistas se reúnem geralmente é chamado de grottos.

Muitos satanistas usam mágicas e outros rituais para beneficiar a si próprio e a seus amigos, mas nada impede de usa-los também para prejudicar seus inimigos - pessoas que os feriram.

Alguns são acusados de administrar rituais que atacam especificamente convicções e práticas cristãs. Muitos autores, quase todos cristãos conservadores, descreveram rituais Satânicos nos quais os satanistas religiosos recitam a “Oração do Pai Nosso” de trás para frente, ou profana e usa o pão e o vinho que supostamente roubaram de uma catedral. Isto, segundo alguns, é pura ficção que poderá ser verificado em livros escritos durante a idade média.

Os satanistas são freqüentemente e altamente críticos em relação a todas as outras fés. Eles são particularmente contrários ao Cristianismo por causa de sua suprema posição na sociedade Ocidental e também por causa das históricas de perseguições levadas a cabo por cristãos contra Satanistas.


Livros Sagrados do Satanismo

Eis alguns:



1. A Bíblia Satânica.

2. Os Rituais Satânicos

3. A Bruxa Satânica.

4. O Caderno do Diabo.





Conclusão



Apesar de sabermos que estas igrejas são na verdade uma forma disfarçada de ideologia materialista em busca da permissibilidade libertina, não podemos, no entanto nos esquecer, que estas igrejas levam seus adeptos para longe dos padrões espirituais estabelecidos por Deus nas sagradas escrituras. Cremos firmemente que isto é mais uma das muitas variantes religiosas que Satanás usa ao gosto do consumidor para levar o ser humano a distanciar-se mais e mais de seu criador. Rejeitemos pois, toda forma de satanismo, seja ela qual for, e apeguemo-nos á verdadeira igreja do Deus vivo – Jesus Cristo.
Referências:

Exigências " religiosas e Práticas de Certo Departamento de Grupos " Selecionado do Exército, 1978-ABRIL. A seção em Satanismo está disponível on-line a: http://www.satansrealm.com/military /
A Igreja de Satanás tem um home page oficial a: http://www.churchofsatan.com
O Templo de Jogo é a: http://www.xeper.org/pub/tos/index.html
Não Goste a Maioria " é uma " publicação de Satanism em Ação ". Eles seguem as tradições da Igreja de Satanás. Veja: http://users.aol.com/boysatan/ptp/nlm.htm
#CoScentral, o Quarto de Conversa de Rede Satânico a: http://www.satannet.net/chat.html
A Gruta de Reino de Satanás, a: http://www.satansrealm.com/main.html
A.S. LaVey, " Os nove pecados Satânicos," (1987). Veja: http://www.churchofsatan.com/Pages/Sins.html A.S. LaVey, revisionismo " Pentagonal: (1988) a: http://www.churchofsatan.com/Pages/PentRev.html



envie seu relato sobrenatural ou pergunta piresvale@gmail.com os relatos serão divulgado aqui

7 de fev de 2012

O homem que vendeu a alma para o Diabo (relato)



Era um dia cinzento, em que nuvens roxas escuras pairavam baixas no céu, quando uma carta chegou às mãos de Edgie Whoolhy.
As feições do rosto de Edgie mudaram quando viu o remetente. Era uma correspondência enviada por seu velho amigo Sett Anderson.
Edgie passou a mão grande e forte nos longos cabelos loiros e lisos, tirando-os da testa larga e cumprida. Seus olhos verdes fitaram intensamente a carta após tirá-la do envelope pardo. Abrindo a folha amarelada, que estava dobrada em quatro partes, ele leu o manuscrito com a letra do amigo que ele não via há pelo menos uma primavera.
“Meu caro amigo Edgie, anseio em vê-lo o mais breve possível. Estou muito adoentado e preciso de você. Tenho que lhe contar algo que fiz. Venha rápido, eu estou morrendo. Morrendo. E não quero partir antes de vê-lo, meu grande e fiel amigo.”
Os músculos dos braços de Edgie se contraíram, e ele mordeu o lábio inferior. Sempre o fazia quando estava nervoso.
Sett teve problemas no passado quando seu gado morreu e ele teve suas propriedades tomadas pela hipoteca. Mas logo ele se ergueu de seu fracasso e começou a enriquecer da noite para o dia. Hoje morava num sítio de luxo em Vale do Luar. Os negócios prosperavam.
Edgie se trocou, vestiu calça jeans, uma camisa preta apertada e sobre esta colocou uma jaqueta de couro. Novamente passou a mão pelo cabelo, jogando-o para trás. Pegou seu cavalo negro e rumou para o sítio do amigo.
Raios azul-brilhantes serpenteavam no céu de nuvens cinzentas e opressoras. Trovões rugiam furiosos, como rosnados de uma legião de leões famintos.
A cavalgada negra pela estrada escura, deserta e sinuosa começava. O vento furioso agitava os galhos das árvores que ladeavam o caminho.
O corcel negro ia a toda velocidade, o som dos trovões se misturando ao vento e o batuque dos cascos com ferradura do animal soava como uma balada sinistra na noite agitada.
Vez ou outra, por uma brecha nas nuvens densas, uma lua cheia surgia, brilhando pálida como uma caveira.
Edgie não tinha outro pensamento em sua mente, enquanto seus cabelos se agitavam selvagemente ao sabor do vento, senão chegar à presença de Sett.
Duas horas exatas depois ele chegou ao sítio do amigo. Desceu do cavalo e bateu na porta de madeira polida e envernizada.
Silêncio.
Bateu de novo, mais forte desta vez.
Escutou e ouviu uma voz no interior da casa mandando-o entrar. Edgie obedeceu. A porta estava destrancada.
O interior da casa estava quente. Na lareira, um fogo vermelho-alaranjado crepitava silencioso.
Edgie andou até o quarto de Sett e entrou pela porta aberta. Deitado num leito solitário estava Sett. Seu rosto tinha uma expressão de dor, mas não estava pálido nem com olheiras, como imaginou Edgie.
-Sett - murmurou Edgie, ao vê-lo na penumbra.
-Eis um velho amigo que viajou muito por minha causa - a voz de Sett saía esganiçada e pausada – É bom revê-lo. Acomode-se - ele apontou uma cadeira posta ao lado da cama onde estava o homem magro, de cabelos lisos e curtos, de cor negra como a noite, coberto por um grosso edredom.
Sett ajeitou os óculos de grau de armação prateada e esforçou um riso.
Edgie foi até ele. Os dois se abraçaram. O loiro alto, de pele bem bronzeada, sentou-se na cadeira ao lado do leito. O outro, de pele muito clara, olhos azuis como estrelas e rosto de galã de cinema, sentou-se, apoiando as costas no travesseiro branco.
-O que está havendo com você, Sett?
O outro suspirou longamente antes de responder, como se procurasse encontrar as palavras certas, e por fim, articulando uma voz falhada, disse:
-Eu vendi a alma pro diabo!
-O quê? - as linhas da testa de Edgie se contraíram, assim como toda sua expressão, desfigurando seu rosto bonito e jovial, para uma face de reprovação e ódio – Não acredito.
-Eu sinto muito, mas eu fiz isso - ele evitava olhar Edgie nos olhos – Depois que eu perdi tudo, minhas fazendas, meu gado, minha esposa, foi tudo que me restou: implorar ao demônio uma ajuda. Mas o preço era alto.
-Não acredito que ser humano algum faria uma besteira igual a sua.- lamentou Edgie, irritado, levantando-se abruptamente da cadeira, que caiu no chão com um baque. Em seguida um trovão soou distante dali.
-Eu tive de fazer isso. Tente entender.
Edgie nada disse. Um silêncio pesado o silenciou. Ele tinha os olhos apertados no amigo.
-Sete anos - articulou Sett, numa voz surda – Hoje é o dia em que o demônio vem buscar o pagamento por tudo que consegui, a alma.
E aí, de um segundo para o outro, trovões, os mais barulhentos, começaram a surgir como explosões que abalavam o solo. Inúmeros timbres de vozes inumanas começaram a ecoar por todo o quarto. Eram lamentos tristes e sinistros. E uivos apavorantes. Demoníacos. E um pavoroso odor de enxofre.
-É o demônio - garantiu Sett. Havia uma certeza convicta em sua voz, percebeu Edgie.
No momento seguinte os dois homens viram, com horror, três sombras entrarem pela porta do aposento, iluminado apenas por um lampião que encimava um criado mudo.
As três sombras foram ganhando forma, uma aparência quase humana.
O da direita se manifestou primeiro. Tinha um corpo de homem, trajado com armaduras pontudas, que lhe cobriam as pernas, cintura, dorso, ombros e braços. As armaduras brilhavam intensamente, um roxo-florescente, como o lendário diamante do mundos dos mortos, chamado de Sápuris, que dizem não ser conhecido pelos mortais.
Esse demônio tinha um rosto pálido, de olhos negros, nariz fino e empinado, testa fina e cabelos longos e lisos, de um negro absoluto.
O da esquerda se materializou em seguida. Igualmente usava armadura, adornada de forma diferente, com símbolos místicos e mais pontas afiadas. Seu rosto era comprido e fino, com olhos que exalavam ódio. Grossas sobrancelhas sobre olhos brancos pequenos, cerrados em Edgie. O cabelo era curto e estava arrepiado para cima.
O do meio apareceu também. Tinha armadura e era maior que os outros dois. Os ombros eram enormes como duas cabeças de touro. Corpulento e repulsivo, este tinha um belo rosto, de maçãs bem delineadas, covinha no queixo, nariz fino e vistoso, testa larga e comprida, olhos azul-acinzentado e lábios ternos e avermelhados. Sua pele era bronzeada e lisa. A cabeleira era loira, lisa e longa.
-Nós somos três, dos quatro príncipes coroados do inferno - apresentou-se o que estava no meio, num timbre de voz majestoso – Eu sou o onipresente e onipotente Lúcifer!
-Eu sou Belial! - riu o da direita ao se apresentar.
-Leviatã - murmurou o que estava à esquerda de Lúcifer – Viemos buscar a alma oferecida em troca dos desejos de riquezas e luxúrias realizados por nós.
-E então, Edgie? - Belial apontou para ele – Vai se suicidar ou prefere que arranquemos sua alma a força? Como vai ser?
-O quê? - espantou-se Edgie, dando um passo para trás.
-Você não contou nada para ele, Sett? - indagou Leviatã, lançando um olhar para Sett.
Este nada disse. Apenas focou sua visão num ponto qualquer do aposento.
-Do que ele está falando, Sett? - indagou Edgie, olhando para o amigo.
-Eu vou lhe contar - começou Belial – Sett nos ofereceu a sua alma em troca de tudo que lhe damos. E nós viemos buscar.
-O quê? - gritou Edgie, aturdido. E se voltou para Sett – O que ele falou é verdade?
Sett tentou evitar o olhar de Edgie e em silêncio se levantou da cama. Mas Edgie o pegou pela camisa e repetiu a pergunta, berrando para o outro.
-Sim - gritou Sett, empurrando Edgie e gritando para os demônios - Façam logo o que vieram fazer.
“Então ele me traiu. Me enganou esse tempo todo.” Lamentou-se Edgie consigo mesmo. Lágrimas brotaram em seus olhos e escorreram por sua face.
-Oh! Não chore agora - zombou Leviatâ.
-É desperdício de sofrimento - emendou Belial – Guarde as lágrimas para o inferno.
-Chega desse falatório - ordenou Lúcifer – Leviatã e Belial, arranquem a alma de Edgie agora.
-Sim senhor - disseram ambos em uníssono.
Em seguida atacaram Edgie com seus punhos cerrados. Socando sua cara, chutando seu estômago, esmurrando seu peito. Parecia uma luta livre. Os dois demônios repulsivos se divertiam massacrando o pobre homem musculoso, que nem sequer conseguia se defender.
Os demônios o arrastaram para fora da casa, onde, sobre a grama molhada, continuaram a espancá-lo. Edgie sentia suas costelas quebrando, o sangue jorrando de sua boca. Ele caiu de cara na grama. Parecia apagado. O sangue escorria pelo nariz e boca.
-Já se divertiram muito - disse Lúcifer, que esteve parado, só observando, como Sett ao seu lado – Agora matem-no!
Os dois tiraram adagas da cintura e iam retalhar Edgie, quando este abriu os olhos e pôs-se de pé, o corpo oscilando, parecendo querer cair, mas ele lutava para manter-se ereto.
-O quê?! - surpreendeu-se Leviatã – Como ousa ficar de pé?
-Vamos retalhá-lo, miserável! - gritou Belial.
Ambos os demônios correram para atacar Edgie. O último ataque.
-Aaaahhhhhh!!! - rugiu Edgie, como um leão, cerrando os punhos e os erguendo para contra atacar os dois demônios.
Os punhos de Edgie agarraram os pescoços dos dois. Seus braços os ergueram no ar como se eles fossem bonecos. Usando uma força descomunal, Edgie fez suas cabeças se chocarem uma com a outra, num baque surdo. Os dois caíram. Tontos.
E viram raios azulados, como relâmpagos, saírem das mãos de Edgie e atingirem os dois demônios que acabavam de se erguer. Ambos gritaram e se contorceram. Os raios cessaram. Os olhos de Edgie exalavam ódio.
Lúcifer assistia a tudo boquiaberto. Assim como Sett.
-Desgraçado - xingou Belial – Não sei como um inútil mortal como você fez isso, mas vai se arrepender.
-Vamos destruir todo o seu corpo e torturá-lo para sempre no inferno.
Ambos se ergueram novamente e atacaram Edgie, gritando:
-Explosão do fogo do inferno!!!
Uma explosão devastadora vinha contra Edgie, que gritou e ergueu as mãos. Uma explosão infinitamente devastadora, como uma bomba nuclear se formou diante dele e disparou contra os dois demônios.
As explosões se chocaram em pleno ar. Um barulho ensurdecedor abalou todo o lugar. Segundos depois uma fumaça preta cobriu tudo. Em seguida a fumaça se dissipou e Lúcifer viu, com assombro nos olhos, seus dois súditos aos pedaços no chão esburacado. A grama sumira. Uma chuva fina de terra caía do céu.
-Como??? - balbuciou Lúcifer, incrédulo.
Edgie estava de pé. O corpo tremia, as roupas estavam rasgadas. A pela manchada de preto. Os dentes cerrados. Ele olhou para Lúcifer e viu os restos esfrangalhados de Sett ao seu lado. Ele não resistiu à explosão.
-Então você é ele?! - murmurou Lúcifer – O homem mais próximo de Deus. Um homem normal, mas cuja meditação o torna capaz de verdadeiros milagres. Você acabou de fazer o que eu chamo de impossível, destroçar dois demônios poderosos do real palácio do inferno.
-Mas você conseguiu se vingar não é? - Lúcifer riu, olhando para a cabeça dilacerada de Sett no chão – Isso te faz sentir melhor?
-Demente filho de mil pais, Sett era meu amigo - gritou Edgie. Lágrimas quentes desciam por sua face contorcida numa expressão de dor e ódio.
-Mas o que diabos você está dizendo? - indagou o príncipe do inferno – Ele te traiu, vendeu sua alma em troca de seus próprios objetivos. Sett tentou te ferrar, não vê isso?
-Errar é humano - murmurou Edgie, entre dentes, fitando cegamente a cabeça de Sett. Ainda havia um globo ocular em uma das órbitas, que o olhava melancólico - Ser humano algum vive sem errar. E foi você Lúcifer, seu demônio filho da puta, que se aproveitou da fraqueza de Sett para iludi-lo com suas promessas enganosas. Tenho pena de você Lúcifer. Pena de todos que o seguem.
-Cale-se! - bradou Lúcifer, sua voz saiu de sua boca como um trovão furioso – Como ousa falar assim com aquele que criou o inferno? Eu sou um Deus, seu verme miserável.
Lúcifer cerrou os punhos e se aproximou de Edgie. Os olhos do imperador do mundo inferior ganharam uma cor vermelha, como as chamas que queimam no inferno.
-Vim aqui tomar a sua vida e o farei - ameaçou Lúcifer.
-Não tenho medo - Edgie fechou os olhos e se concentrou. Sentiu seu corpo se inflamar em chamas cósmicas. Então abriu os olhos - Vou te enviar novamente ao inferno, anjo caído!
-Cale-se e sinta o poder máximo do criador do inferno - ergueu as mãos para o céu e abriu um portal negro em pleno ar – Que as ondas sonoras do inferno te suguem.
Edgie gritou. Contraiu todos os músculos de seu corpo. E mais uma vez fez um milagre acontecer. O poder de seu subconsciente fez gerar uma explosão devastadora, que provinha do fundo da alma de Edgie. E o Deus do inferno soube o que era aquilo.
-Impossível. Essa energia é equivalente ao poder destrutivo do big bang, mas como??? Como? Como? Como?
A gigantesca explosão liberada por Edgie repeliu as ondas infernais de Lúcifer e o fez rodopiar nos ares como um boneco de pano. Sua armadura se desfez em milhares de pedaços minúsculos. O poder destrutivo rasgou o céu e expulsou as nuvens de chuva.
Como um anjo sem asas Lúcifer caiu, enterrando sua bela face na terra esburacada. Do seu corpo saía sangue vermelho-brilhante, que escorria em filetes.
Ele se ergueu, cambaleando, com as pernas bambas e o corpo tremendo em espasmos. E viu a sombra na fumaça escura que descia do céu como uma cortina. Quando ele pode ver melhor, ali estava Edgie, de pé, olhando-o em silêncio. A respiração ofegante, o corpo molhado pelo suor que fluía de sua pele.
-Você não é humano - balbuciou Lúcifer, erguendo uma das mãos na direção do outro – Um homem não consegue tamanho poder. Nem sequer um exército de dois mil homens conseguiria tal feito. Quem diabos é você?
-Eu sou Edgie Whoolly. Apenas um homem nascido e criado aqui na terra como qualquer outro - falou numa voz gutural – Foi você e suas maldades quem despertou todo esse poder em mim - ele forçou um sorriso, revelando seus dentes brancos.
Lúcifer engasgou, vomitando uma bola de sangue vermelho-púrpura. Tentou balbuciar alguma coisa, mas sem sucesso, então desabou no chão, onde ficou imóvel.
Edgie saiu dali. Pegou o seu corcel e cavalgou de volta para casa. A noite foi muito agitada para ele, que lamentava a perda de um amigo.
“Não vou considerar sua traição como uma sacanagem, meu caro Sett, mas sim como uma valiosa lição. Afinal sua morte não foi em vão, ela despertou em mim um poder que jamais sonhei que tinha. Em seu nome eu o usarei apenas para o bem. Eu juro por sua alma, meu amigo.” Lágrimas rolavam pelo rosto de Edgie, enquanto um sorriso emocionado se formava em seu belo rosto.


-Lúcifer, acorde - sussurrou uma voz.
Lúcifer se ergueu, ficando de joelhos e olhou para o ser ao seu lado.
-Abel!? - surpreendeu-se.
-Sou eu mesmo - assentiu e riu. O Deus Abel, trajando vestimentas amarelas e brancas. Seu cabelo ruivo agitava-se ao sabor do vento com o aroma adocicado que soprava.
-O que o Deus Sol faz aqui? - Lúcifer falava com dificuldade, o rosto inchado e sangrando.
-Estive vendo vocês lutarem - disse – que patético. Lúcifer, Belial e Leviatã derrotados por um mortal.
-O poder daquele homem era...
-Ele é como qualquer outro - interrompeu-o Abel – Você se esqueceu, Lúcifer?
-O quê?
-Zeus concedeu a todos os mortais o poder de fazer milagres - começou Abel, olhando as estrelas que enchiam o céu da madrugada silenciosa – Você e os outros demônios não passam de anjos que se rebelaram contra Deus. Não podem morrer, mas não têm sequer um décimo de força de um humano. Vocês só conseguiriam derrotá-lo se ele se acovardasse. O que não foi o caso.
-Você quer dizer que nós, os demônios, somos todos fracassados? - Lúcifer ficou de pé encarando Abel.
-É isso mesmo. Você sabe disso melhor do que qualquer outro. Apenas nós, os Deuses do Senhor, somos mais fortes que os humanos.
Ele viu lágrimas nos olhos de Lúcifer. E também viu dor. - Você tem razão, mas eu iludirei e enganarei os homens e os desviarei do caminho de Zeus. Ao menos assim eu posso atingi-los.
-Você é mesmo um tolo, Lúcifer - gargalhou Abel – Zeus ama os seres humanos que o adoram, mas aqueles que lhe traem são odiados.
-Seu...- começou Lúcifer, mas Abel o conteve, apontando-lhe um dedo na face.
-Não ouse blasfemar contra mim, o Deus Sol, ou seu castigo será cruel, anjo lúcifer.
-Desculpe-me - redimiu-se.
-Eu vim aqui para dizer que seu tempo na terra acabou por hoje - falou Abel, com firmeza – Queira retornar àquele lugar pútrido que você chama de inferno.
-Sim – murmurou Lúcifer. Fez um buraco negro se abrir em pleno ar e pulou nele, desaparecendo em seguida.
Abel olhou para o céu, ergueu a mão direita e disse:
- É hora de você brilhar, sol, e queimar toda a impureza deixada pelos vermes que escaparam do inferno.


envie seu relato sobrenatural ou pergunta piresvale@gmail.com os relatos serão divulgado aqui

Moscas Negras (relato)

a lâmpada que fica em cima da pia e que estava sobre minha cabeça, oscilou por instantes como se a energia enfraquecesse e 5 segundos depois vi com meus próprios olhos ela estourando...

Moscas Negras

Este caso aconteceu no início deste ano (2007), no mês de fevereiro.
Lembro-me que foi um dia normal como qualquer outro até o final do expediente do trabalho as 18:00. Cheguei em casa por volta de 18:30, sempre chego morrendo de fome e naquele dia minha mãe havia deixado alguns pães de queijo para eu comer. Raramente como as coisas na cozinha, ou é em frente à televisão ou do computador, neste dia fui para a sala e estava vendo o noticiário. Sempre eu tomo um bom banho quando chego em casa do trabalho, mas as vezes a fome é extrema e paro na cozinha primeiro.

Estava sozinho em casa, não sabia onde minha mãe estava. Provavelmente em alguma vizinha, pois quando cheguei os pães de queijo ainda estavam mornos, no entanto já estava escuro e ela ainda não havia voltado. Preparei-me para entrar para o banho, já estava à noite, não sei ao certo, imagino que já se aproximava das 20:00hs.

Entrei para o banho, quanto lavava a cabeça de olhos fechados, percebi que as luzes do banheiro se apagaram. Mesmo estando de olhos fechados aquela pequena claridade que atravessa as pálpebras sumiu, tirei rapidamente a espuma da cabeça e abri os olhos, confirmei então que a lâmpada deixou de iluminar. Não sabia se havia acabado a energia ou se a lâmpada havia queimado, pois estava com o chuveiro desligado, fazia muito calor naquele dia. Terminei normalmente meu banho, poderia facilmente descobrir se era uma queda de energia apenas ligando o chuveiro, mas já terminava o banho e resolvi descobrir lá fora. Assim que me enxuguei, no escuro mesmo, abri a porta do banheiro e constatei que a lâmpada de fato havia queimado, pois avistei a claridade vindo da cozinha e o barulho da geladeira ligada.

Segui para o outro banheiro em meu quarto, onde guardo os utilitários para me barbear. Até então, tudo estava normal e minha cabeça ainda não pensava besteiras, acabei de me barbear e quando eu guardava as coisas de volta no armário, a lâmpada que fica em cima da pia e que estava sobre minha cabeça, oscilou por instantes como se a energia enfraquecesse e 5 segundos depois vi com meus próprios olhos ela estourando. Não foi como em relatos de filmes de terror onde elas esfarelam, foi um estouro não muito forte fazendo com que pedaços grandes caíssem sobre a pia. Apenas um destes veio na direção de meu olho esquerdo que se eu não estivesse com os óculos que havia acabado de colocar quando terminei de me barbear teria acertado em cheio em minha retina.

Naquele momento sabia que algo estranho estava acontecendo. Se fosse mais novo com certeza procuraria sair o mais rápido de casa, até que chegasse alguém, mas com várias experiências que já me aconteceram no decorrer da vida, parece que aprendi a lidar com estas coisas e fiquei em casa, aguardando pelo pior, que, talvez viria ou não.

Como eu esperava ele veio...

Segui para meu computador, procurei me distrair um pouco e fui assistir alguns vídeos engraçados no youtube, mas quanto mais eu procurava me distrair, mais eu lembrava do que havia acabado de acontecer. Sobrepunha meus pensamentos tentando fazer acreditar que fosse apenas uma oscilação de energia, mas não era...

Assistia ao vídeo de uma velha com uns gatos e sussurros surgiram em meu quarto, pausei o vídeo que assistia para eliminar as chances de que o som não saia do computador... E não saía... No final de minha bancada, no canto do quarto 2 seres cochichavam entre si, não era uma sombra sólida e negra, eram como se fossem moscas voando umas sobre as outras, mas os formatos de seus corpos eram como o nosso.
Ficaram ali conversando, por volta de 2 longos minutos, sem reação fiquei os observando até que as moscas negras começaram a se dispersarem e os formatos dos corpos ficaram desfigurados... em alguns segundos, não havia mais nada, minha porta e janela fechadas impediriam que as moscas saíssem, no entanto não havia mais nenhuma delas voando por ali...





* Este conto é baseado em um acontecimento verídico, ele preserva os nomes reais dos personagens e fotos tiradas nos dias atuais do local onde tudo se passou.

24 de jan de 2012

Oração poderosa a São Bento - Milagres e vencer as tentações


Oração poderosa a São Bento - Milagres e vencer as tentações

Oração poderosa a São Bento - milagres e vencer as tentações e traições.

São bento é conhecido pelos seus milagres e por vencer as traições e tentações.

De acordo com a tradição, São Bento de Núrsia foi santificado por ter vencido duas ciladas armadas pelo Diabo, nas quais lhe é oferecido um cálice de vinho envenenado e um pedaço de pão , também envenenado.
- por causa do regime de vida exigente, os monges tentaram envenená-lo, mas, no momento em que dava a bênção sobre o alimento,saiu da taça que continha o vinho envenenado uma serpente e o cálice se fez em pedaços.

Além disso, em inúmeras vezes ele foi tentado efetivamente pelo Inimigo, além de ser ofendido e insultado de tal maneira que os irmãos de hábito que estavam ao seu redor podiam escutar as ofensas que ele recebia.
O Santo Varão, como também é chamado, vencia o Tentador utilizando-se do sinal da cruz e da oração contida na Cruz Medalha que fora esculpida nas paredes de um mosteiro.

De acordo com a tradição, São Bento de Núrsia foi santificado por ter vencido duas ciladas armadas pelo Diabo, nas quais lhe é oferecido um cálice de vinho envenenado e um pedaço de pão, também envenenado.

Oração poderosa a São Bento

Ó glorioso patriarca São Bento que se mostrou
sempre generoso com os necessitados, faz com
que nós, recorrendo à sua poderosa intercessão,
tenhamos sue auxílio em todas as nossas aflições;

que nas famílias reine a paz e a tranquilidade;
que se afastem de nós todas as desgraças tanto
físicas como espirituais, especialmente o mal do
pecado.

Ó São Bento, atenda o meu pedido (fazer seu pedido
__________________________________________________

E, alcançai do Senhor a graça (repetir o pedido___
__________________________________________________

que nós suplicamos.

Finalmente, pedimos ao Santo que ao término de
nossa vida terrestre possamos ir louvar a Deus
junto consigo, no paraíso, onde tudo começou.
Amés - Assim seja!

Rezar Pai Nosso e Glória ao Pai.



envie seu relato sobrenatural ou pergunta piresvale@gmail.com os relatos serão divulgado aqui

Tome um passe espiritual online,

 Quer se sentir bem? Tome um passe espiritual online, é maravilhoso e vai lhe trazer grandes benefícios ao seu corpo, pensamento e alma.

Passe espiritual, para quem não conhece, é uma espécie de ritual, que é feito com a presença de um médium e uma pessoa que esteja precisando, entre outras coisas, de livrar-se do peso de situações difíceis, cansaço, alguma doença, problemas familiares, amorosos ou financeiros.

No passe espiritual, se a pessoa necessita de conforto e alívio para suas dores e/ou necessidades urgentes, certamente encontrará nessa modalidade poderosíssima de prece com imposição de mãos, uma excelente forma de receber, através de seus próprios mentores espirituais (anjos, santos, guias), a ajuda que tanto está precisando, com o poder divino de Deus e Jesus.

Eu recebi um e-mail hoje, onde fiquei sabendo da existência desse generoso serviço oferecido gratuitamente pelo Instituto André Luiz. Fui correndo experimentar e, posso lhe dizer amiga, amigo, que é muito bom, fez muito bem a mim. Por isso, indico a você, experimente agora mesmo
um passe espiritual, e depois me diga como se sentiu depois de completar.

Leva apenas alguns minutos, porém é necessário ter fé, e confiar no poder curativo e balsâmico do passe. Por isso, leia as instruções, antes de começar o seu:


USANDO A SALA DE PASSE VIRTUAL DO INSTITUTO ANDRÉ LUIZ

1. Esteja convicto de que realmente precisa tomar um passe.

2. Não use a sala somente por curiosidade

3. Visitando a sala por visitar, de maneira informal, deixará de usufruir de seus benefícios quando dela necessitar realmente.

4. Utilize a sala com gratidão e respeito, como faria num centro espírita material.

5. Aconselhamos a utilização da sala apenas uma vez por semana, salvo em caso de grande necessidade.

6. Em silêncio, evoque a proteção de Deus e de Jesus para o passe.

7. Desejando, após a evocação, rogue também o concurso de seu Anjo da Guarda ou dos Espíritos Superiores com os quais tenha maior afinidade.

8. Procure afastar de sua mente quaisquer pensamentos negativos.

9. Respire fundo, pausadamente, com calma e confiança.

10. Prepare-se para orar.

Feito esse procedimento, clique no link abaixo e entre nas páginas do Instituto André Luiz, é mágico!


Sala de Passe Espiritual

http://www.podermagico.com.br/2011/09/passe-espiritual-maravilhoso-passe.html

envie seu relato sobrenatural ou pergunta piresvale@gmail.com os relatos serão divulgado aqui

6 de jan de 2012

BISCOITO DA SORTE


BISCOITO DA SORTE

A história do biscoito da sorte inicia-se com a participação de Genghis Khan, grande guerreiro mongol que, no final do século XII, estendendo as fronteiras de seu Império por toda Ásia, chegou a dominar grande parte da China. Essa dominação perdurou por mais de um século, até quando, sentindo o enfraquecimento de seu dominador, o povo chinês iniciou sua luta pela liberdade.

Durante anos batalhas foram travadas. Sentindo próxima a vitória, elaboraram os chineses a estratégia do ataque fatal que finalmente os levaria à reconquista de seu território. Esta foi magnificamente planejada mas ainda restava uma questão: como transmití-la aos inúmeros exércitos espalhados por outros inúmeros fronts sem que esta caísse em domínio dos terríveis mongóis?

A solução foi ao mesmo tempo simples e genial. Havia na época um tipo de bolo em forma de meia-lua cujo sabor era detestado pelos mongóis. Valendo-se disso, os chineses colocaram os planos dentro desses bolos que foram enviados a todos os generais.

Através dessa ação o povo chinês reconquistou sua autonomia, dando início à dinastia Ming (aquela mesma, famosa por sua porcelana) e, para comemorar tal feito anualmente os chineses passaram a trocar mensagens de felicitação da mesma forma em que as mensagens secretas foram enviadas, dentro de "bolos da sorte" que hoje transformaram-se em deliciosos "biscoitos da sorte!"

Texto por Hakuna Matata (http://www.hakuna.com.br)
Para conhecer a sua sorte no dia de hoje,














envie seu relato sobrenatural ou pergunta piresvale@gmail.com os relatos serão divulgado aqui

28 de dez de 2011

nomes dos Anjos caídos que revoltaram-se contra Deus


 Anjos caídos que revoltaram-se contra Deus ]
Nome dos anjos rebeldes, que quiseram ser superiores à vontade divina de Deus, que os expulsou aos confins do inferno.

-


A hierarquia do mal é dividida em Reinos, Principados, Domínios... seguindo o exemplo da cabala dos anjos. Há demônios patronos e governantes de países e regiões, do mesmo modo que há santos e anjos celestes patronos e padroeiros.

Os nomes e atribuições aqui relacionados estão baseados nas tradições cristãs e mulçumanas, podendo variar de acordo com seitas e outros grupos de pesquisadores.

Você verá abaixo um resumo de cada anjo, sendo que mais tarde, possivelmente, será postado uma explicação mais detalhada de cada um.

Fonte:portaldascuriosidades.com/forum/index.php/topic,40004.0.html


Na teologia protestante e católica, o Anjo Caído ou Anjo Decaído é um anjo  que cobiçando um maior poder, acaba se entregando "às trevas e ao pecado". O termo "anjo caído" indica que é um anjo que caiu do Paraíso. O Anjo Caído mais famoso é o próprio Lúcifer. Os Anjos Caídos são bastante comuns em histórias de conflitos entre o bem e o mal.

Junto com Lúcifer, vários anjos caídos se instalaram na terra, pois tinham livre acesso ao inferno e a Terra. Segundo a Bíblia, há textos que afirmam vários deles terem procriado com humanos e dado origem a uma nova raça chamade de neefilins (ou mais conhecidos como Hibrídos). Cogita-se também que eles tenham sumido após o Grande Dilúvio, que teria sido produzido justamente com essa intenção, porém, por causa de suas passagem diretas inferno-terra, se salvaram e continuam aqui.

É importante lembrar que são nove os anjos caídos mais conhecidos. Dos nove anjos caídos:

    * Três dos anjos foram expulsos por grandes ambições;
    * Dois por amar;
    * Um por ter ajudado Lúcifer a conseguir o poder: Azazel
    * Um não se sabe a razão, acredita-se que ele foi expulso simplesmente por ter ajudado Lúcifer no início da revolta.

FONTE: http://pt.wikipedia.org/wiki/Anjo_caído

ANJOS CAIDOS DEMONIO LUCIFER ANJOS MALVADOS SERES DAS TREVAS
FONTE: oceansbridge.com
Lúcifer ...

(em hebraico, heilel ben-shachar, הילל בן שחר; em grego na Septuaginta, heosphoros) representa a estrela da manhã (a estrela matutina), a estrela D'Alva, o planeta Vênus, mas também foi o nome dado ao anjo caído, da ordem dos Querubins, como descrito no texto Bíblico do Livro de Ezequiel, no capítulo 28. Nos dias de hoje, numa nova interpretação da palavra, o chamam de Diabo (caluniador, acusador), ou Satã (cuja origem é o hebraico Shai'tan, que significa simplesmente adversário). Atualmente discute-se a probabilidade de Lúcifer ter sido um Rei Assírio da Babilônia.

Também é chamado de Belzebu, Coisa-Ruim, Capeta...


Picture
Fonte: raapackfanclub.deviantart.com
Beliel, Belial, Beliar ou Berial

- não confundir com Baal. Personagem da mitologia cananita que determinava este Beliel como o adversário do povo "escolhido". Beliel é mencionado também no novo testamento como o oposto da luz, do bem e de Jesus Cristo.

Do hebraico - "Bliol" (o fraco) Seria o mais importante demónio na Terra, que comandava as forças da escuridão contra os "filhos da luz" que serviam Satã.

Criado junto com Lúcifer, de Beliel foi dito - rei do inferno - e comandante de 80 legiões. É o 68º espírito listado na Goetia.


Picture
Fonte:www.finalfantasy.com.br
SAMYAZA ou SHEMHAZAI

Líder do Pacto do monte Armon ou Monte Hermon
Possui sobre seu domínio mais de 200 sentinelas.
Ensinou todo o tipo de sortilégios aos homens.
Shemhazai foi criada para controlar as almas do submundo. Se rebelou contra os deuses junto com Ultima, contando-lhe as fraquesas dos deuses. Também ensinou aos homens o mal e a destruição antes de ser vencida.


Picture
Fonte: azazyel-clan4d1-by-tarreo.blogspot.com
AZAZYEL

Anjo que ensinou aos homens como fazer espadas, facas e armaduras.
Após desafiar os Anjo Miguel e Gabriel, Azazyel foi amarrado e subjugado pelo Anjo Rafael com a permissão de Javé.


Picture
Fonte: magnus.zip.net
YEKUN

O Primeiro Anjo – Yekun significa Rebelde, ele foi o primeiro anjo a seduzir a desencaminhar os anjos. De enorme inteligência, ensinou aos homens a  linguagem dos sinais, a ler e a escrever com tinta


Picture
Fonte: http://jknow.wordpress.com/page/2/
KESABEL

Segundo Anjo
– Foi ele o primeiro a incentivar os anjos a terem relações sexuais com os seres humanos


Picture
Fonte: en.wikipedia.org
GADREL

O Terceiro Anjo - Ele ensinou os anjos sobre a morte e como usar uma espada para ferir outro Anjo.



Picture
Fonte: seres-fantasticos.blogspot.com
PENEMUE

O Quarto Anjo - Ensinou aos homens como mentir.


Picture
KASYADE

O Quinto Anjo - ensinou aos homens sobre os espíritos.


MAIS ANJOS / DEMÔNIOS
FONTE: http://www.sobrenatural.org/materia/detalhar/4209/anjos_caidos/

ABRAMALECH
- Demônio guardião e servo de Lúcifer.

ARIMÃ - Príncipe de uma legião de demônios, tradição persa.

ASMODEU - Demônio hebreu, seu domínio é a ira e a luxúria.

ASTAROTH - Ex-querubim celeste, sua função é a do controle do inferno.

BAALLBERITH - Demônio do assassinato e da blasfêmia, ex-líder dos querubins celeste, braço direito de Lúcifer.

BEHEMOTH – Habita no deserto

BELIAL  - Demônio da loucura e arrogância. Um dos demônios do apocalipse.

BESTA DO APOCALIPSE  -  Demônio que terá seu reino no apocalipse, assim como Belial.  Alguns acreditam que A Besta do Apocalipse e Belial irão se unir no fim dos tempos, formando assim um único ser. Possui a forma de um dragão.

IBLIS - Senhor do inferno, tradição mulçumana.

NERGAL - Poderoso demônio sumeriano. Na tradição cristã assumiu o comando de policiamento.

PAZUZU - Rei dos Espíritos malignos, ele pode possuir o corpo de um ser humano, domínio: possessão.

DJINN - (JINN, DJINNs) Tipo de demônio, anjos caídos, gênios contrários, gênio. Tradição Islâmica.
Existem Dinjs do fogo, água, ar e terra.  Seus domínios são; desejo e ambição.

** DEMÔNIOS
Anjos caídos, também chamados de:  INÍQUOS,  ESPÍRITOS INÍQUOS,  ANJOS DE LUZ        
* Os demônios se organizam em bandos, legiões, falanges e principados.

** GÊNIOS CONTRÁRIOS
Tipos de demônios, anjos caídos, com domínios contrários aos dos anjos celestiais.
 
** Outros nomes (sinônimos) de LÚCIFER:
DIABO
SATÃ
SATANÁS
DEMO
CAPETA


** Alguns dos nomes de Lúcifer na tradição popular brasileira:
O BEIÇUDO
O PAI DA MENTIRA
O CÃO
O TRAIDOR

** OBSERVAÇÕES
Sobre o Nome
A maioria dos nomes dos Anjos referem-se ao principado ou hierarquia a qual participa. Para saber mesmo o nome de um demônio possessor; bastar perguntar-lhe por 7 vezes. Um demônio não pode recusar-se a dizer seu próprio nome. Ele pode sim, tentar esconder, fingir que não te ouviu, pode rir ou mudar de assunto... Por isso pergunte a ele - “Qual é o seu nome? Quem é você?”... por 7vezes.  Na maioria das vezes ele irá responder antes da sétima interrogação... Se ele não responder, o que é raro, basta você próprio nomeá-lo. Dizendo: - “Você que se cala, você que não tem nome, agora tem: Você é ‘O Cão’, a cobra (ou serpente) que será esmagada. O espírito que será expurgado (purificado) ou expulso! “ Chame-o de “O Cão”, pois o cão é o obediente e ele vai ter que assumir esta obediência. Depois continue o exorcismo seguindo a tradição.

Sobre o uso da Espada
Em rituais de exorcismo, nunca se deve levantar uma espada (ou adaga) contra um Anjo Caído ou Demônio. Lembre-se que foram eles  (AZAZYEL, GADREL) quem ensinaram aos homens como fazer e a usar uma espada.

Sobre a Morte
Anjos Caídos não podem ser mortos, eles são imortais. Eles só podem ser expulsos de acordo com rituais específicos. Somente Anjos celestes podem ferir ou aprisionar demônios. E só o fazem geralmente sobre o consentimento do Deus o Criador. Lembre-se, nem mesmo Jesus quando esteve na Terra, matou um demônio sequer. AZAZYEL Por mais atrocidades que cometera, quando sentenciado não foi condenado a morte e sim aprisionado pelo Anjo Celeste RAFAEL, por sugestão de MIGUEL e GABRIEL com a permissão de JAVÉ.





envie seu relato sobrenatural ou pergunta piresvale@gmail.com os relatos serão divulgado aqui

הילל בן שחר EXU GUARDIÃO DE OXALA




EXU GUARDIÃO DE OXALA - הילל בן שחר

EXU - LUCIFER



הילל בן שחר


( O nome Lúcifer ocorre uma vez nas Escrituras Sagradas e apenas em algumas Traduções da Bíblia em língua portuguesa. Por exemplo, a tradução de Figueiredo verte Isaías 14:12: “Como caíste do céu, ó Lúcifer, tu que ao ponto do dia parecias tão brilhante?”
Lúcifer (em hebraico, heilel ben-shahar, הילל בן שחר; em grego na Septuaginta, heosphoros) significa o que leva a luz', representando a estrela da manhã, o planeta vênus, que é visível antes do alvorecer. A designação descritiva de Isaias 14:4, 12, provém duma raiz que significa “brilhar” ( 29:3), e aplicava-se a uma metáfora aplicada aos excessos de um “rei de Babilônia”, não a uma entidade em si, como afirma o pesquisador iconográfico Luther Link "Isaías não estava falando do Diabo. Usando imagens possivelmente retiradas de um antigo mito cananeu, Isaías referia-se aos excessos de um ambicioso rei babilônico"
[1].
A expressão hebraica (heilel ben-shahar) é traduzida como “o que brilha”, nas versões NM, MC, So. A tradução “Lúcifer” (portador de luz), (Fi, BMD) deriva da Vulgata latina de Jerônimo e isso explica a ocorrência desse termo em diversas versões da Bíblia.
Mas alguns argumentam que Lúcifer seja satanás e por isso, também foi o nome dado ao anjo caído, da ordem dos Querubins (ligados a adoração de Deus). Assim, muitos nos dias de hoje, numa nova interpretação da palavra, o chamam de Diabo (caluniador, acusador), ou Satã (cuja origem é o hebraico Shai'tan, Adversário). )

Visão Católica de Lúcifer

Segundo a igreja católica, Lúcifer era o mais forte e o mais belo de todos os serafins. Então, Deus lhe deu uma posição de destaque entre todos os seus auxiliares. Segundo a mesma, ele se tornou orgulhoso de seu poder, que não aceitava servir a uma criação de Deus,"O Homem",e revoltou-se contra o Altíssimo. O Arcanjo Miguel liderou as hostes de Deus na luta contra Lúcifer e suas legiões de anjos corrompidos; já os anjos leais a Deus o derrotaram e o expulsaram do céu, juntamente com seus seguidores. Desde então, o mundo vive esta guerra eterna entre Deus e o Diabo; de seu lado Lúcifer e suas legiões tentam corromper a mais magnífica das criaturas mortais feitas por Deus, o homem; do outro lado Deus, os anjos, arcanjos, querubins e Santos travam batalhas diárias contra as forças do Mal (personificado em Lúcifer). Que maior vitória obteria o Anticristo frente a Deus do que corromper e condenar as almas dos humanos aos infernos, sua morada verdadeira?
A aparência de Lúcifer pode variar; acredita-se que ele (chamado agora de Diabo), pode assumir a forma que desejar, podendo passar-se por qualquer pessoa. Seu aspecto físico fora herdado de várias entidades das mitologias e religiões de diferentes povos antigos (não exatamente ligadas a maldade); Seu reino, os Infernos, sofreu influência do Tártaro da mitologia grega, morada de Hades, local para onde iam as almas dos mortos, cuja porta de entrada era guardada por Cérbero, o Cão de três cabeças; seus chifres eram de Pam, uma entidade grega protetora da natureza; sua fama de representar uma força eternamente em conflito com Deus veio do Zoroastrismo. Ainda encontramos coincidências com as crenças dos antigos Egípcios, quando se acreditava que o Deus Anúbis (o Chacal) carregaria a alma dos mortos cujo coração ao ser pesado numa balança, seria mais pesado que uma pluma.
Durante a " baixa Idade Média",entretanto, que o "Anjo Decaído" ganhou a hedionda aparência com a qual o conhecemos hoje; asas de morcego, pés de bode, olhos de fogo, chifres enormes na cabeça, olhar aterrorizante, etc. A idade média fora um momento fértil para a propagação nas crenças nas ações de forças demoníacas agindo sobre o mundo. Os milhões de mortos nas epidemias de peste negra vieram, juntamente com a ocorrência de guerras sangrentas, de que "o Anticristo estaria atuando no mundo". Foi aí que Lúcifer passou a representar a personificação do mal da forma mais intensa e poderosa que conhecemos hoje. Surge a crença de que para cada ser humano vivo na Terra, Lúcifer criou um Demônio particular, encarregado de corromper aquele indivíduo; já Deus, não poderia deixar por menos, e criou para cada ser humano um "Anjo da Guarda" ao qual incumbia da missão de proteger e zelar pela alma daquela pessoa.
Interessante observar que o próprio Jesus Cristo é a estrela da manhã que ilumina ate o fim dos tempos toda escuridão(trevas), como em Apocalipse 22:16 onde está escrito: "Eu, Jesus,enviei o meu anjo. anjo. Ele atestou para vocês todas essas coisas a respeito das Igrejas. Eu sou a raiz e o descendente de Davi, sou a estrela radiosa da manhã.". Assim como em II Pedro 1,19 que diz: "E temos, mui firme, a palavra dos profetas, à qual bem fazeis em estar atentos, como a uma luz que alumia em lugar escuro, até que o dia amanheça, e a estrela D'alva apareça em vossos corações.".
A palavra Lúcifer significa "o portador da luz" ou "o portador do archote" (a palavra tem sua origem no latim, lux ou lucis com o significado de "luz"; ferre com o significado de "carregar"). Ou seja, de acordo com a origem, seu significado é "aquele que carrega a luz". Apesar de Satanás ser originalmente conhecido como Lúcifer, perdeu seu posto ao desejar subir a alturas acima de Deus e de Seu Ungido (JESUS CRISTO).

A visão Teosófica




Corroborando outras opiniões, o Glossário Teosófico de Helena Blavatsky diz que Lúcifer é a Estrela da Manhã, o planeta Vênus, e literalmente a palavra significa O Portador da Luz. Rejeita a atribuição a Lúcifer dos defeitos do orgulho e da arrogância que o catolicismo lhe imputou, nem diz que ele é a origem do mal e tampouco o identifica com o diabo e similares, que considera produtos apenas da imaginação humana sem existência autônoma real. Blavatsky faz notar, como já foi dito acima, que o próprio Cristo, no Apocalipse (cap. XXII, 16/17) chama a si mesmo de "Estrela da Manhã".
Mas o nome também esconde uma multiplicidade de significados alegóricos, dos quais talvez o mais importante é sua identificação com Manas, a Mente dual, a inteligência espiritual que habita em todos os homens, que tanto condescende voluntariamente em cair na matéria como é o agente que foge por si mesmo da animalidade e resgata-se para uma vida superior, sendo ao mesmo tempo o Tentador e o verdadeiro Redentor interno de cada um.
[editar] Demônio e Lúcifer
Na verdade, o demônio, Satanás e o diabo são um tipo determinado de ser ou plasma de origem humana , já Lúcifer, o maravilhoso anjo iluminado não é nenhuma dessas figuras, ele é uma substância inteligível que foi criada por Deus. Podemos dizer de forma metafórica que o demônio é o MEDO, é toda a expressão de terror, horror, pânico, e calamidade etc e etc, formados pela mente humana. Ora, pensamentos geram plasmas e durante toda a historia da humanidade, o homem a partir do momento em que recebeu a graça de ser uma substancia inteligível, a única material nas classes das substancias inteligíveis, e a mais precária delas, gerou esses plasmas, que são pensamentos de terror, horror e escabrosidades que envolvem tudo que mais tememos como por exemplo a morte. Para entender como o demônio se formou basta assistir um assustador filme de terror, com muita violência e sangue. Esse plasma gerou uma substancia inteligível, de forma horrenda com chifres, garras, assas medonhas etc. Esse plasma habita os infernos-mundos, e ficam também próximas de pessoas com pensamentos que são semelhantes. Por isso que alguns livros de alto ajuda e até mesmo educações religiosas dizem que a mente é a chave de tudo. O demônio também pode ser a crueldade do ser humano e a sua falta de luz. O ser humano pode ser o pior e mais cruel dos animais. Satanás é o plasma de origem humana, o adversário o inimigo e age em nossas vidas através de todas as nossas fraquezas e falta de autonomia ou independência.
Já o Diabo, que habita também os infernos-mundos, é o caluniador acusador, aquele que perverte a justiça, dá justiça ou injusto e faz com que o justo seja injustiçado, é bem comum dos dias de hoje. Nem sempre tem haver com horror mais com injustiça, desigualdade de julgamento, ter 2 pesos e 2 medidas, para um o julgamento ser leve e para outros tão pesado. Deus não procede dessa forma e não faz acepção de pessoas.
Onde lúcifer Habita?
Lúcifer habita no paraíso de Lúcifer que se localiza ao lado de Deus porem distante na horizontal, lá ele formula suas verdades que são as mesmas de Deus destoando apenas em alguns pontos. Lúcifer quer que o ser humano seja feliz pois lhe considera interessante, pois acha interessante que uma substancia inteligível tenha matéria. O diabo é o caluniador acusador, aquele que perverte a justiça, dá justiça ou injusto e faz com que o justo seja injustiçado, é bem comum dos dias de hoje. Foi feito pelo plasma dos pensamentos do seres humanos que cometeram a justiça ou pelo ódio dos que foram injustiçados. E Satã que é adversário, inimigo. É nossas fraquezas como não conseguir ficar sem sexo, ou não conseguir ser 100% produtivo, não conseguir encarar os temores, os bloqueios mentais as repressões e os traumas.
Lúcifer é, das substancias inteligíveis, a que mais se aproximou de deus e a que esta mais alta até os dias atuais. Precedido apenas e quase que nas mesma altura pelos fortes e poderosos anjos guerreiros Miguel e Gabriel. No degrau mais baixo das substâncias inteligíveis está o homem, acima do homem existe uma hierarquia numerosa até chegar ao topo que é Deus. Lúcifer passou a ter uma forma própria de pensar discordando em alguns pontos com Deus, e ao contrário do que muitos pensam não foi expulso das orlas celestiais ou foi rebaixado, ou caiu mas se afastou na horizontal permanecendo na mesma altura. O pensamento de Lúcifer é muito parecido com o de Deus embora nenhum anjo possa se comparar com em poder e nem queira. Os se afastar Deus consentiu ou pelo contrário o teria estruido, mas Deus não irá destruir algo que criou, por conta própria e livre e espontânea vontade. (redundância proposital) Deus apenas consente como se fosse um filho rebelde, mas não existe, ou quase sempre não existe um relação de ódio entre deus e o diabo, Deus apenas faz vista grosa com relação ao modo que seu anjo mais alto tem de ver as coisas. Por vezes Lúcifer, Jesus, e Deus conversam, dialogam, Lúcifer tem toda a permissão para se aproximar de Deus e conversar com ele e vise versa , mas somente faz isso quando quer ou seja, raramente.
Quando Deus criou o Homem Lúcifer ficou assombrado - Como poderia Deus criar uma substancia inteligível material, exposta as limitações da natureza?? mas encantado e admirado- como poderia a natureza possuir uma substancia inteligível, possuidora da palavra! Lúcifer não saia um minuto do jardim do Edem, ficava o tempo todo a observar, e observar e observar... se encantou a ponto de desejar que o ser humano fosse imortal. Sussurrava palavras aos seus ouvidos, encora vaja-os ensinava-os. Quando Deus criou o homem e a mulher do barro, Lúcifer se admirou, porem o primeiro homem Adão era muito carente, queria a presencia da mulher Lilith o tempo todo. A carência é comum nas pessoas de sexo masculino.
Deus criou varias mulheres do barro, porém nenhuma era a especie de mãe e cuidadora que ele precisava para se sentir mais seguro. Foram varias e varias tentativas Numa vez, Adão disse para Deus ser serviria alguem que fosse parecido com ele, então Deus teve a ideia de fazer um anjo se tornar homem material, esse foi o inicio a verdadeira amizade porem esse homem ainda assim não serviria Então teve Deus a ideia de criar uma mulher da própria costela de Adão, essa sim lhe serviu, era idêntica a Adão fisicamente e emocionalmente, eles sentiam a afinidade que gêmeos sentem. Os homens e mulheres do barro, tornavam brincalhonas, divertidas, desbravadoras, todas saindo dos limites do Edem e já querendo lavrar a terra e criar ovelhas, já querendo ser autônomas e independentes, já querendo formar civilização. Tudo isso através da influencia de Lúcifer, é por isso que ele diz a Jesus que todos os reinos da terra são dele. Mas Lúcifer não se responsabiliza pelas maldades do homem.
Já Adão e Eva eram quase indolentes, preguiçosos, não se davam ao trabalho, eram totalmente dependentes dos frutos do jardim magico do Edem. O Edem era uma especie de território mágico, as feras carnívoras que lhe adentravam, ficavam mansas e herbivorias, e ao sair voltavam ao seu estado natural. Os homens do barro tinha que lhe dar com essas feras. No Edem, árvores frutíferas eram magicas, brotavam da terra instantaneamente, as frutas eram muito doces e não tinham cascas ou sementes, Adão e Eva se alimentavam apenas de frutas, eles viveram quase mil anos e eram muito contemplativos.
Viviam a admirar a natureza e conversar com os anjos. Logo Lúcifer desinteressou-se pelo casal gêmeo e passou a voltar mais as suas atenções ao resto da humanidade mas Lúcifer faz isso apenas esporadicamente pois o mundo terreno é bem menos interessante que o paraíso indulgente de Lúcifer Os do barro não levavam Adão e Eva muito á cério por serem muito contemplativos e miraculosos porém o fato de as mulheres do barro não ter querido ser submissas a Adão ou a homem nenhum está na própria natureza da mulher. Esse anjo que Deus transformou em homem para ser companheiro de Adão era de suma beleza e atraia muito as outras mulheres porem esse homem são se interessava muito por nenhuma delas Apenas por Adão.
Um belo dia Lúcifer desceu a terra e avistando mui bela moça que andava olhando para o chão, deu inicio ao dialogo dizendo: _Por que andas triste minha linda donzela campestre, ainda não arranjou homem idôneo para ti? Ou Deus ainda não lhe proveu nenhum varão?
Disse a donzela: _Não meu senhor, Deus não deu á minha vida varão algum, pois o homem que lhe deram a Adão me agrada aos olhos e muito desejável é para a minha carne, meu coração anseia por eles todos os dias, e vivo a respirar por ele mui profundamente .
Disse Lúcifer: _Então vá ter com ele, não te demores mais, depressa.
Disse a donzela:_Não, pois não tive dele nenhuma atenção, lhe cantei, dancei, ofereci pratos saborosos, me enfeitei com flores e me perfumei mas nada adiantou, tive o seu amor rejeitado, pois somente a Adão lhe tem amizade.
Disse Lúcifer:_Esse homem a que referes não tens alma de homem minha donzela, ele sendo trazido dos céus por Deus foi feito homem para agradar a Adão e Adão a ele com amizade mui preciosa. Na verdade, na verdade, ele é um pequeno anjo, fraco, tal qual o homem o é, ao que se entrega facilmente as fraquezas de sua carne e também aos desejos de Deus lhe deu por natureza e assim determinou.
Lúcifer disse: _Mas se tens amor verdadeiro a esse homem, tome daquela erva que altera a consciência e lhe de para tomar, e a tome também para que ao estar sobre o calor dela, vá e deite em seu leito e tenha com ele uma noite, para que o conheça, e assim se proceda conforme o seu intento de seu coração e o valor que de ti nasce por ele. Ora ela assim o fez, e feito isso se passaram alguns dias então a mulher pediu que Lúcifer jogasse um encanto para que o homem passasse a gostar dela com amor, e a muito agradar a seus olhos,
Lúcifer disse: Ora, não é bom que interfira no curso natural da vontade homem, ou a que ele atribua designidos que não condiz com a natureza de sua alma, porem vendo que seu amor é real e és a mais bela moça dos campos, pastos e jardins irei enfeitiça-lo para que junte-se a ele em matrimonio com ele viva vida perene . O anjo de luz jogou um feitiço no homem para que se interessasse pela donzela, mas o feitiço foi quebrado como um efeito de luz que se tem nas geleiras, ao que
Lúcifer disse: Ora, ora... tenho poder para criar realidade e fazer coisas admiráveis, porem contra o intento da natureza do ser humano, contra isso vejo que não tenho poder algum! Nem a ordem de seu amor, pois vejo que no livre arbítrio do homem tenho poder de persuadir se assim quisesse. Porém no intento de seu amor, nisso não tenho poder algum! É a única coisa que me foge ao alcance da sua alma .
Ao retornar Lúcifer disse á linda donzela: _Não pude obter o que querias, pois o homem não tem alma humana em sua natureza original, esse foi por Deus trazido dos céus para que tenha amizade mui preciosa com Adão. Porém digo que se não fosse anjo sendo todo homem, poderia sim mudar seu amor para qualquer amor, o seu intento para qualquer intento, de uma cousa para a outra cousa e de outra para ainda outra cousa. O homem é meio anjo, em seu amor não pude tocar.
Porem a donzela, que já não era mais donzela teve varias vezes com esse homem pela utilização do artificio da erva, e essa erva é o inicio das substancias que alteram a consciência, mas Lúcifer não se responsabiliza pelos danos do vício. E é o início do do que se chama de frutos não planejados. Teve vários filhos e alguns deles tinha o mesmo comportamento do pai e nem o anjo de luz poderia contra o intento de suas almas
Muitos exegetas afirmam que não existe fundamentação bíblica para identificar Lúcifer como o Satã tentador. Esta confusão com Satã foi ocasionada por uma má interpretação de Isaías 14:12-15: "Como caíste desde o céu, ó estrela da manhã, filha da alva! Como foste cortado por terra, tu que debilitavas as nações! E tu dizias no teu coração: Eu subirei ao céu, acima das estrelas de Deus exaltarei o meu trono, e no monte da congregação me assentarei, aos lados do norte. Subirei sobre as alturas das nuvens, e serei semelhante ao Altíssimo. E contudo levado serás ao (Seol) inferno, ao mais profundo do abismo.".
Esta interpretação é geralmente atribuída a São Jerônimo, que ao traduzir a Vulgata atribuiu Lúcifer ao anjo caído, a serpente tentadora das religiões antigas, embora antes dele esta interpretação não existisse. Oficialmente a Igreja não atribui a Lúcifer o papel de Diabo, mas apenas o estado de "caído" (Petavius, De Angelis, III, iii, 4).
Por exemplo, a enciclopédia Estudo Perspicaz das Escrituras, vol.1, pág, 379, explica que “o termo “brilhante”, ou “Lúcifer”, é encontrado na “expressão proverbial contra o rei de Babilônia” que Isaías mandou profeticamente que os israelitas proferissem. De modo que faz parte duma expressão dirigida à dinastia babilônica.
Que o termo “brilhante” é usado para descrever um homem e não uma criatura espiritual é notado adicionalmente na declaração: “No Seol serás precipitado.” Seol é a sepultura comum da humanidade — não um lugar ocupado por Satanás, o Diabo. Além disso, os que vêem Lúcifer levado a essa condição perguntam: “É este o homem que agitava a terra?” É evidente que “Lúcifer” se refere a um humano, não a uma criatura espiritual. — Isaías 14:4, 15, 16.”
Por que se dá tal ilustre descrição à dinastia babilônica? Temos de dar-nos conta de que o rei de Babilônia seria chamado de brilhante apenas depois da sua queda e de forma escarnecedora. (Isaías 14:3)
O orgulho egoísta induziu os reis de Babilônia a se elevarem acima dos em sua volta. A arrogância da dinastia era tão grande, que ela é retratada fazendo a seguinte declaração jactanciosa: “Subirei aos céus. Enaltecerei o meu trono acima das estrelas de Deus e assentar-me-ei no monte de reunião, nas partes mais remotas do norte. . . . Assemelhar-me-ei ao Altíssimo.” — Isaías 14:13, 14.
As “estrelas de Deus” são os reis da linhagem real de Davi. (Números 24:17) A partir de Davi, essas “estrelas” governavam desde o Monte Sião, e com o tempo, o nome Sião passou a ser aplicado a toda a cidade. Por decidir subjugar os reis judeus e depois removê-los daquele monte, Jerusalém, Nabucodonosor declara sua intenção de se colocar acima dessas “estrelas”. Em vez de atribuir a Deus o mérito dessa vitória sobre eles, coloca-se arrogantemente no lugar Dele. Portanto, é depois da sua queda que a dinastia babilônica é chamada zombeteiramente de “brilhante”.
Com certeza a arrogância dos governantes babilônicos realmente refletia a atitude de Satanás, o Diabo também chamado de o “deus deste sistema de coisas” ou o “deus deste mundo”.-(2 Coríntios 4:4)
“Satanás também anseia ter poder e deseja colocar-se acima de Deus. Mas a Bíblia não atribui claramente o nome Lúcifer a Satanás”.- it-1 379.

EXU LUCIFER - Desvitalizador ou Esgotador
esgotador dos desequilíbrios da fé -

OFERENDA:
garrafa de pinga
7 pedaços de carvão vegetal
7 velas brancas
7 velas pretas
7 velas vermelhas
7 patas de frango esquerda
7 moedas
7 pimentas dedo de moça
charuto
pano branco
modo de operar-se:
- todo o material citado em um ponto de força da natureza.
- Pano branco, ao centro garrafa de pinga, sobre o copo o charuto, tudo circulado intercalando, pata com o carvão embaixo, moeda, pimenta, e por fim circundar a oferenda com velas de cores intercaladas.

Oração para a oferta.

Senhor exu Lúcifer, peço licença para que a partir do seu ponto de força, todas as magias negras, feitiços, amarrações, feitos contra eu e meus semelhantes ( - ), sejam esgotados. Também peço que todos os desiquilíbrios no campo da fé, juntamente com as ilusões sejam desvitalizados, cortados do meu caminho, para que eu possa crescer e prosperar espiritualmente e materialmente.
Laroiê Exu Lúcifer . Exu Lúcifer é mojubá




envie seu relato sobrenatural ou pergunta piresvale@gmail.com os relatos serão divulgado aqui

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Marcadores

Follow by Email

Recent Posts

Postagens populares

Minha lista de blogs