pesquisa magos da luz

Custom Search
------------------- -------------------------------------
English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
Mostrando postagens com marcador afrodisiacos. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador afrodisiacos. Mostrar todas as postagens

25 de nov de 2015

Inferno sonho

envie seu relato sobrenatural ou pergunta piresvale@gmail.com os relatos serão divulgado aqui


Interpretacao de sonhos «Inferno»



 



Interpretação dos Sonhos Miller

Camponês, que viu em sonho o diabo espera danos às culturas, doenças do gado e outras perdas. Para os atletas, especialmente aqueles que vão além dos limites do Estado, o sonho é uma motivação para o comportamento cauteloso. Se o diabo vai aparecer em seu sonho em forma de homem bem vestido, que vos chama para sua casa - na realidade, você deve ter cuidado com as armadilhas, as pessoas hipócritas colocados. Particularmente grave um sonho para as meninas, que, depois que ele deve ter circunspecto em suas ações e confiar mais nos amigos. Se você sonhar com o diabo irá prender a sua imaginação - que na vida real você pode entrar em algum tipo de armadilha. A comunicação com o diabo em um sonho promete-lhe uma erupção atos. Em geral, este sonho é uma advertência contra a credulidade excessiva em se comunicar com estranhos.

Interpretação dos Sonhos senhorita Hasse

o medo ea derrota. Se alguém vê um espírito maligno em um sonho, ele vai sofrer um incômodo. Mas, se alguém vê que enganou o diabo, ele encontrar-se longe da propriedade e de casa. Se uma pessoa vê que ele brigando com o diabo, isso significa que ele vai ganhar a vitória sobre o inimigo. Para sonhar com o inferno - um sinal desfavorável. Camponeses ele prenuncia uma colheita pobre, mortes de animais e doenças na família; desportistas, caçadores e outras pessoas que gostam de risco - eo risco de lesão. Para ver o demônio na forma de um homem bem vestido que a convida-lo para sua casa, como um aviso, como os seus inimigos estão tentando feri-lo usando as mais baixas formas. Mulheres após esse sonho deve agir com extrema cautela e evitar liberdades em lidar com homens. Cuidado com o contato com o diabo, mesmo em sonhos. Se você sonha que você perseguir o seu feitiço, então, na realidade você entrar na armadilha preparada por seus inimigos à espreita sob o disfarce de amigos. Amante este sonho anuncia que a mulher sacanagem vai fazer ele quebrar um juramento de lealdade. Para sonhar característica - a previsão de uma forte sorte, o que resultou em aumentar significativamente o seu prestígio. Mas, orgulhoso de sua posição e sucesso nos negócios, você vai se transformar em mal pessoa, vaidoso e arrogante. Se você sonhar que você está falando com o diabo, na vida real, você está em perigo de morte. Sua vida pode acabar tragicamente, se você não for extremamente cuidadoso e cauteloso. Bar Twirl, segurando-o pelo rabo - uma indicação de que o seu personagem irritado e sarcástico contribui para o desespero de vocês antes de você realmente leal. Não tentarás o Senhor, porque sozinho.

Sonho de interpretação Vanga

Se você sonhou com o inferno, então você será capaz de melhorar significativamente o seu prestígio graças à sorte incrível. No entanto, se você é orgulhoso de sua nova posição, e sucesso nos negócios, você vai se tornar homem irritado, vaidoso e arrogante. Uma conversa com o diabo para sonhar com perigo mortal, a possibilidade de um fim trágico, se você não têm mostrado o máximo de cuidado e cautela. Se o palito segurando a cauda, ​​que diabo, ele diz que a virada longe de você, desapontado, mesmo as pessoas mais dedicadas. Culpar por isso vai ser a sua raiva constante e sarcasmo. Não tentar a Deus, ou então ser deixado sozinho.

Inglês Sonho Livro

Esse sonho é extremamente mau presságio, pois ela anuncia grande tribulação e tristeza, perseguindo você fraudulentos, ciumento e vingativo pessoas. Amar depois de este sonho vai continuar instável do solo, perigoso e confiar sua alma a uma pessoa não confiável. Ficar continuar como confiar, eles caem na situação altamente dramática.

Interpretação dos Sonhos Azar

Devils - Atreva-se a ser tentados a coisas ruins.

Oriental Dream Livro

Droga - um sonho auspicioso para os jogadores, você pode contar com o fato de você escolher o banco, mas isso vai acabar, outra questão. Sonhos que você fala com o diabo - está em perigo.

Interpretação dos sonhos de A a Z

Para sonhar anuncia inferno o dúbio prazer e remorso amargo. Manter uma disputa com o diabo - na realidade a ser considerado culpado de esconder as autoridades de imposto de renda controlar. Se o diabo leva-o para o inferno - isso significa uma curva acentuada para os eventos piores.
cercá-lo em uma dança selvagem e não dando um inferno de passagem - um prenúncio de uma mudança favorável no negócio, mas as dificuldades na vida familiar. Fuja do diabo fugir - um sonho é um aviso para não confiar nas falsas promessas de amigos imaginários.

Sonho pequeno Livro de Veles

Droga - bem, a boa notícia / perigo; beijá-lo - uma coisa perigosa; talk - problema vai adquirir, traição, morte, perda; fugir dela - se livrar de problemas; muitos demônios - dor, doença; bater - bater de porta.

Esperança e interpretação dos sonhos Winters Dmitry

A imagem do inferno em seu sono - geralmente adverte de algum tipo de problema que pode irritá-lo.

Idiomática Sonho Livro

"O trabalho do diabo" - não é um bom ataque, tornando; "O diabo tirou a língua" - deixar escapar; "Hell-com-dois" - não consegue.

Tarot Interpretação dos Sonhos

-->

25 de nov de 2011

Experiência de quase-morte (relato)

envie seu relato sobrenatural ou pergunta piresvale@gmail.com os relatos serão divulgado aqui


Experiência de quase-morte :)


O termo experiência de quase-morte (EQM) refere-se a um conjunto de sensações frequentemente associadas a situações de morte iminente por hipóxia cerebral geralmente derivadas de paradas cardiorrespiratórias, sendo as mais divulgadas o efeito túnel e a «experiência fora-do-corpo» (EFC ou OOBE, também denominada autoscopia). O termo foi cunhado pelo Dr. Raymond Moody em seu livro «Vida Depois da Vida», escrito em 1975.

Apesar de frequentemente associadas a uma experiência mística, estas sensações tendem a ser explicadas pela comunidade científica como uma resposta secundária fisiológica do cérebro à hipóxia. Em alguns casos a morte clínica do paciente chegou a ser atestada pelos médicos, mas em nenhum deles houve a confirmação de morte cerebral. No entanto, durante o procedimento de ressuscitação a equipe médica raramente consegue manter registros sobre as funções cerebrais, pois a emergência exige atenção total ao sistema cardiopulmonar. Por isso, há relatos de situações nas quais o sinal do EEG indica que o cérebro chegou a ficar sem atividade.

Relatos.

As pessoas que viveram o fenômeno relatam, geralmente, uma série de experiências comuns, descritas nos estudos de Elizabeth Kubler-Ross (1967), tais como:

um sentimento de paz interior;
a sensação de flutuar acima do seu corpo físico;
a percepção da presença de pessoas à sua volta;
visão de 360º;
ampliação de vários sentidos;
a sensação de viajar através de um túnel intensamente iluminado no fundo (efeito túnel).

Nesse espaço atemporal, a pessoa que vive a EQM percebe a presença do que a maioria descreve como um «ser de luz», embora esta descrição possa variar conforme os arquétipos culturais, a filosofia ou a religião pessoal. O portal entre estas duas dimensões é também descrito como «fronteira entre a vida e a morte». Por vezes, alguns pacientes que viveram esta experiência relatam que tiveram de decidir se queriam ou não regressar à vida física. Muitas vezes falam de um campo, uma porta, uma sebe ou um lago, como uma espécie de barreira que, se atravessada, implicaria não regressarem ao seu corpo físico.

Com a multiplicação de referências a acontecimentos comparáveis à experiência de quase-morte, iniciou-se uma nova corrente, em que diversos pesquisadores de todo o mundo deram início à discussão e à análise do fenômeno de forma mais aberta. Grupos da comunidade médica passaram a olhar para a morte e a sobrevivência da consciência sob uma nova perspectiva, como por exemplo ocorre na Associação Brasileira de Medicina Psicossomática. Contudo, existem observadores que negam as explicações científicas e atribuem este fenómeno a acontecimentos relacionadas com a descrição do que pode ser Deus ou a outra qualquer origem sobrenatural, recorrendo às explicações tradicionais como a memória genética ou à associação da experiência ao nascimento biológico.



Mudanças psicológicas e comportamentais.

Após a Experiência de Quase-Morte algumas pessoas declaram terem alterado seus pontos de vista em relação ao mundo e às outras pessoas. As mudanças comportamentais geralmente são significativamente positivas, e o principal fator para a mudança é a perda do medo da morte tanatofobia. Essas pessoas alegam que passaram a valorizar mais as suas vidas e as dos outros, reavaliaram os seus valores, ética e prioridades habituais, e tornaram-se mais serenos e confiantes.









17 de nov de 2011

Eu fui o deus Osíris (relato)

envie seu relato sobrenatural ou pergunta piresvale@gmail.com os relatos serão divulgado aqui

Não é difícil ser um deus para os humanos. As fêmeas idolatram qualquer um com dinheiro, fama ou beleza física e os machos qualquer um bem sucedido. O que realmente importa, a força e o poder do espírito, não tem importância para a humanidade. Qualquer um, por mais imbecil que seja, pode se tornar um deus no planeta Terra. Se hoje, com todo o suposto nível de evolução que o homem adquiriu, endeusa-se tantos asnos e mulas, quem dirá nos tempos antigos, quando seres infinitamente mais evoluídos, verdadeiros deuses criadores, aqui vieram e aqui habitavam primatas um pouco menos desenvolvidos que o atual primata humano. Quando os Reptilianos aqui chegaram não poderiam ser para as bestas humanas qualquer outra coisa que não deuses.
Os deuses antigos de quaisquer mitologias e os demônios, anjos e avatares de quaisquer correntes espiritualistas nada mais são que espíritos antigos que já estiveram na Terra, seja no plano material ou não. A história da humanidade contada pelos meios oficiais é uma grande lata de lixo e se o homem quiser realmente evoluir deverá extirpar todas essas mentiras contadas. O ensino oficial não é pior que a religião. A história oficial, mais ignorante que uma porta, mitifica tudo relacionado à espiritualidade antiga, pois é incapaz de conhecer a Verdade, e mente para não deixar buracos que possam incentivar à busca. O deus Osíris do Antigo Egito, de fato e de direito um faraó, não é lenda, mito, alegoria ou simbologia. Ele realmente existiu, era um Reptiliano, reencarnou como o faraó Tutankhamon e este era eu.
Através dos meus contatos pessoais e diretos com os espíritos do Antigo Egito, onde busco tanto o autoconhecimento como a Verdade, pude saber mais um pouco da minha história e da humanidade, da ação dos extraterrestres na Terra e no Universo e principalmente sobre os Reptilianos. Conforme eu já havia dito em meu relato sobre minha vida como o faraó Tutankhamon, o mesmo foi um deus egípcio em outro tempo. Os deuses egípcios realmente viveram aqui, encarnados e com sua própria individualidade; eles eram Reptilianos que vieram à Terra. As imagens nas paredes da tumba de Tutankhamon expressam de forma velada, para os ignorantes, e declarada, para quem tem relação com aquilo, quem ele foi em uma vida passada no Antigo Egito. O faraó Tutankhamon foi o deus Osíris.
Nos dias que sucederam à aparição dos espíritos egípcios em minha primeira regressão relacionada à minha vida como Tutankhamon passei semanas tendo constantes e intensas visões sobre o Antigo Egito, desde imagens do cotidiano até outras atividades mais reservadas. Em um primeiro momento as visões focavam em Tutankhamon, depois passaram a focar em Osíris. Ressalta-se que estes espíritos egípcios sempre se apresentaram como deuses e nunca esconderam que são Reptilianos. Assim, aquele que realmente quiser a Verdade, antes de tudo, deve ter ciência que aqueles seres, os fundadores do Egito, eram extraterrestres e qualquer fonte que diga o contrário deve ser sumariamente descartada, pois é mentirosa e será tempo perdido; igualmente em relação aqueles que dizem que eles eram annunaki.
Um dos meios utilizados pelos espíritos egípcios para entrar em contato comigo é a regressão a vidas passadas, as quais faço com um amigo e que testemunha tudo devido ao seu grau de desenvolvimento psíquico. Ele tanto vê tais espíritos na sala como compartilha das minhas visões mentais de minhas regressões. Na última sessão a conexão foi novamente com a egrégora reptiliana, da qual também faço parte. Desta vez o trabalho mostrou partes de minha vida como Osíris, um Reptiliano que veio à Terra para realizar a obra dos deuses, de sua raça, e que se expande por todos os outros universos. Os Reptilianos vieram de outro universo e possuem uma capacidade de projeção com bilocação. Podem estar em um universo e se projetar para outro de forma que em ambos haja autonomia de consciência e forma.
Ao iniciar a referida regressão a primeira imagem que vi foi a de um palácio egípcio à minha frente. Era de noite, o céu era muito bonito, de um azul diferente, mais escuro, estava limpo e estrelado. Eu estava escondido fora do palácio, que estava à minha frente, e via um ser saindo de lá correndo em sua carruagem de cavalos. Vários outros, diferentes, o seguiam. Ele usava vistosos adornos, com especial atenção às cores dourada e vermelha. Estava por demais obstinado em me encontrar. Ao ver esta cena as informações começaram a surgir. Aquele ser era meu irmão, um reptiliano como eu, e estava dando um golpe político e tomando o poder que até então era meu. Ele era aquele que chamam de Seth e esta regressão me mostraria como ocorreu de fato a sua insurgência contra Osíris, a qual viria a ser mitificada.
As imagens e informações começaram a vir e tudo foi perfeitamente se mostrando. Sempre ao analisar os mitos da humanidade deve-se, assim como para tudo na vida, investigar e comprovar cada fato em si. Nem tudo é verdade literal e nem tudo é mentira quando se trata de mitologia. Muita coisa sobre os deuses egípcios é verdade literal, assim como muita coisa foi modelada. Seth é associado à noite porque agiu de noite. Foi durante a noite que Seth saiu à caça de Osíris, que teve que fugir do palácio e se esconder. As demais associações de Seth com inveja, ciúmes, traição e violência são corretas, mas o buraco é bem mais embaixo. Todos estes atributos negativos de Seth eram direcionados unicamente a Osíris. Seth não queria o poder, Seth queria tomar o poder de Osíris. E o fez.
Durante a regressão eu via aquela atitude de Seth, que dava um golpe para tomar o poder, e aquilo que eu sou, o meu Íntimo, que observava aquela cena, se apoderou de um certo abatimento, pois nada daquilo parecia ser preciso. Mas era. Através da regressão eu pude entender porque aconteceu aquilo tudo. A rivalidade entre Seth e Osíris é muito mais antiga que o Antigo Egito e à humanidade e transcende o próprio planeta Terra. Osíris e Seth, meu irmão e eu, como reis Reptilianos filhos do mesmo rei Reptiliano, já havíamos disputado território; um planeta no passado. Eu tomei o poder de meu irmão e aí surgiu toda a raiva, ira e desejo de vingança dele por mim. O ódio de Seth por Osíris era um sentimento de ânsia por “justiça” e só passou quando ele deixou de se sentir injustiçado ao tomar o meu poder no Egito.
Pude ver nesta regressão situações relacionadas à morte de Osíris. Ele foi morto por Seth nas areias do deserto durante o amanhecer, atropelado pela carruagem de Seth, que o perseguira noite adentro. Desta forma o corpo de Osíris começou a ser despedaçado. Surge daí o mito de que Osíris foi cortado em pedaços, o que realmente ocorreu em razão da raiva e ira de Seth. O que Seth fez comigo no Egito estava guardado em mim como algo reprovável, pois, em meu senso, aquilo não deveria ter sido feito pois não era preciso; mas me foi mostrado que aquilo tudo tinha razão de ser. Eu tinha feito a Seth a mesma coisa que ele fez comigo. Eu havia lhe tirado um planeta e agora ele me tirava o poder máximo que havia na Terra naquele tempo. Em termos de ajustamento importa o efeito. Tirar 10 de quem tem 10 é o mesmo que tirar 1.000 de quem tem 1.000.
Osíris era fisicamente como é representado nas pinturas egípcias; alto, belo, esbelto e verde; características especiais e próprias de sua espécie reptiliana decorrentes de sua genética real. Existem várias espécies dentro da raça reptiliana e para eles a genética determina quem são em todas as variantes, especialmente no que diz respeito às castas. Assim como para uns o microfone é tudo, para os Reptilianos a genética é tudo. Os espíritos do Antigo Egito têm uma consideração muito grande por mim até hoje pois como Osíris cumpri com afinco o meu papel no plano da raça reptiliana para este planeta. Por mais que eu estivesse insatisfeito em estar aqui e nesta realidade, pois conhecia realidades muito maiores e melhores, jamais deixei de fazer o que tinha que ser feito. Cumpri o meu papel.
Em outros momentos, que não nesta regressão em especial, vi imagens do palácio egípcio no tempo de Osíris, de mim como ele e outras situações relacionadas. As paredes do palácio eram todas pintadas de azul escuro e havia desenhos de estrelas em cor branca para lembrar o céu, de onde eles vieram. Osíris era alto, entre 2,5m/3m, e por isso as estátuas dos faraós os retratam gigantes; não meramente para ostentar, mas porque eram muito maiores que os humanos da época. Osíris usava a coroa branca e isto decorria da manifestação de sua vontade. A coroa branca de Osíris era o capacete espacial que ele usava como comandante das frotas espaciais reptilianas e possuía certos atributos de conexão inclusive aqui na Terra. Os egípcios se referem a mim como “um de nossos primeiros” (que vieram à Terra) e toda a parte de chegar neste planeta, estabelecer-se e iniciar o trabalho eu participei.
Acredito que nem todos que lerem este texto sejam incapazes de confirmar as afirmações aqui presentes. Seria impossível que em um planeta de 7 bilhões de pessoas ninguém seja capaz e ninguém possua meios hábeis para investigar a veracidade do que está escrito e comprovar por si. Pensar que em um planeta de 7 bilhões de pessoas não haja ninguém capaz de realizar uma projeção astral para vir até mim e ver os meus protetores egípcios ao meu lado, ter acesso a vidas passadas dos outros e acessar as minhas, entrar em contato com os espíritos do Antigo Egito, Reptilianos ou com quaisquer espíritos aptos a falar sobre isso ou acessar os arquivos akáshicos, seria atestar que desde o Antigo Egito até hoje a humanidade não evoluiu em nada e a Terra nada mais é do que uma pocilga de bestas que só subsistem para fornicar.
Contato: http://rudyrafael.wordpress.com/contato/
http://rudyrafael.wordpress.com/2011/10/29/eu-fui-o-deus-osiris/

No Youtube:


23 de jun de 2011

sonhar com gato

envie seu relato sobrenatural ou pergunta piresvale@gmail.com os relatos serão divulgado aqui

Os gatos têm fama de serem animais matreiros e falsos, que atacam à traição. São também animais associados ao feminismo, mesmo tratando-se de machos.

1. Sonhar com gatos significa que terá uma desilusão, com alguém que considera de confiança a trai-lo. Deve ter cuidado com os falsos amigos e com pessoas que se poderão aproveitar de si, sem medo de o pisar para atingirem o que querem.

2. Um gato no seu sonho significa também a agressividade feminina, o poder de conquista: a sua submissão a ela (se for homem) ou a sua capacidade de o fazer (se for mulher).


26 de abr de 2011

o aviso (relato)

envie seu relato sobrenatural ou pergunta piresvale@gmail.com os relatos serão divulgado aqui
espritos esforamonos
O meu pai faleceu em Janeiro, além de toda a dor minha, da minha mãe e irmã, ainda tivémos uns meses muito atrapalhadas com burocracias e uma série de problemas que surgiram.

Quando fui dar baixa do meu pai às finanças cheguei à conclusão que a nossa casa que tem vindo de geração em geração como herança, tinha sido expropriada pela Câmara Municipal de Lisboa, ou seja, a Câmara sería o novo proprietário. O medo apoderou-se de nós, ainda por cima não sabíamos onde se encontrava os documentos relativos à casa que datam desde 1902.

Um dia fui tratar da minha cadela para lhe dar de comer, ela encontra-se no quintal numa espécie de casa que fazemos de arrecadação. Estava muito escuro, mas ainda era cedo, era Inverno.

Entrei com a lanterna e pus-lhe o comer na taça e achei que devia ficar um pouco com ela, pois o meu pai era a pessoa mais chegada a ela e ela andava muito irrequieta e agressiva.

Sentei-me na cadeira no escuro a apontar a lanterna para a Lady, quando de um momento para o outro a Lady começou a enroscar-se no châo, a esfregar-se e a emitir uns latidos estranhas, então aí começou a ladrar para uma prateleira alta que tem livros e no preciso momento que apontei a lanterna, ouvi um ruído na prateleira. Pois é... A luz da laterna foi direita a uma pasta castanha... Os documentos da casa. Tudo o que era necessário para enfrentarmos a Câmara....

Houve uma altura da minha vida que acreditava muito neste tipo de experiências e cheguei a ter algumas, mas desde que o meu pai morreu, tornei-me quase céptica.... Mas não devia, porque já tive provas, mas a dor e a revolta destrói quase todas as esperanças...

Alguém quer dar a sua opinião a este episódio que me aconteceu?


Fonte: mundoculto.bloguepessoal.com






4 de mar de 2011

13 DE JUNHO DIA DE SANTO ANTÔNIO SIMPATIAS PARA O SANTO CASAMENTEIRO

envie seu relato sobrenatural ou pergunta piresvale@gmail.com os relatos serão divulgado aqui
13 DE JUNHO

DIA DE SANTO ANTÔNIO

SIMPATIAS PARA O SANTO CASAMENTEIRO

SANTO CASAMENTERO

Despois que eu fiz um pidido
Pro santo casamentero
Santo Antônio num gostô
- Meu amô num é sortero –

Sei que é pecado mortá
Gostá de home casado
Santo Antônio só ajuda
Com paper legalizado

Casá de véu e grinarda
Na Igreja da Cunceição
Tem que sê home sortero
Pra tê sua aprovação.

Num dianta ponhá o santo
Virado de pé pro alto
Pode isquecê desse amô
Ele disvira num salto.

Também num dianta fazê,
Aquelas reza e pidido
Tem que sê home sortero,
E muié de um só marido.

Simpatia tem de monte,
Mai num vai adianta não...
Tem que sê home sortero
Pra tê sua aprovação!

Ocê vai querê do santo
Que ele venha a concordá?
Roba o marido da otra?
Nenhum santo vai dexá.

Milagre anssim, desse jeito,
Nenhum santo vai fazê.
Escóie um home sortero
Vai sê mió pra vancê.

Num existe coisa pió
Que vancê se apaixoná...
Gostá de home casado?
Vai sofre e vai chorá.

Despois que ele cunsigui
Tudo aquilo que quizé.
Vai chutá a tua bunda,
Despois vorta pra muié!

Autora: Mírian Warttusch

ORAÇÃO A SANTO ANTÔNIO

Santo Antônio! Santo Antônio!
Meu santinho tão querido,
Quero pedir, em segredo,
Que me arranje um marido.

Não é pra já... nada disso!
Que eu ainda sou criança,
Não posso ter compromisso,
Mas posso ter esperança...
Que vá o tempo passando,
Vá o senhor me arranjando...

Em todo o caso, a meu ver,
Já que o tempo é tanto assim,
Há tempo para escolher
Um bom marido pra mim.

Eu quero um moço fagueiro
Alto, bonito, valente,
Que ganhe muito dinheiro
E me dê muito presente.

Que seja rapaz direito
E não tolo atrevido,
Pois seja assim com o jeito
Do papaizinho querido.

Não é pra já, não senhor!
Mas... seja lá como for,
Mais dia ou menos dia,
Não quero é ficar pra tia!

Autora: Magdalena Léa
Livro: "A Criança Recita"

Ó, SANTU ANTÔIM!

Ai, meu Santu Antôim quirido,
Qué qui ocê andô fazendu
Qui isqueceu du meu pididu?
Vá logo mi socorrendu.
Abra bem us seus uvidu,
Tô vexada, ocê tá vendu.

Tanta vela qui acendi,
Tantu têiçu qui rezei,
As preméssa qui cumpri,
As vêiz qui mi ajueei.
Inté as conta perdi,
Dus pecadu qui paguei.

Num tenhu máis paciença
Pra pidí neim pra rezá.
Ocê vai mi dá licença,
Sêji pur beim ou pur má.
Pois mi bateu a discrença
Qui ocê qué mi ajudá.

Pódi num sê boa fé,
Máis u jeitu é eu fazê:
Li pindúru pelus pé
Inté ocê mi atendê.
Dispois num fáli qui é
Covardia cum ocê.

Quéru vê si dessa vêiz
Ocê num vai mi atendê!
Dou inté o fim du mêis
Pra módi arrecebê.
Si arresôrva di uma vêiz
I mi dê meu bem-querê.

Tô perparandu quindim
I amendoim torradu
Pra isperá meu bemzim
Cum carim i cum agrádu.
Quéru festejá tudim,
Cum u meu xodó du ladu!

Autora: Lêda Mello

Santo Antônio - Festejado em 13 de junho

Nasceu em Lisboa, em agosto de 1195, batizado com o nome de Fernando de Bulhões. Aos 15 anos, entrou para um convento agostiniano e, em 1220, trocou o nome para Antônio, ingressando na Ordem Franciscana. Lecionou Teologia em várias universidades européias e morreu em 13 de junho de 1231, a caminho de Pádua, na Itália.
Padroeiro dos pobres e considerado o santo casamenteiro, também é invocado por pessoas que queiram encontrar objetos desaparecidos.

Fogueira: representada na forma de um quadrado.

SIMPATIAS

A simpatia nada mais é do que um ritual para concentrar a energia, pois é sabido que, apenas com um pensamento negativo, poderemos prejudicar qualquer forma da criação e, principalmente, a nós mesmos, com a somatização de doenças.

- Simpatia para Reconciliação

Acenda duas velas, uma rosa e outra azul, unidas com uma linha branca e ofereça para a Corrente dos Anjos da Reconciliação, pedindo que desfaça o mal-entendido e que traga novamente a harmonia na relação, desde que seja para o bem de ambos.

- Simpatias para quem está só

1) Abrir a porta da frente da casa para que Santo Antônio permita a entrada de alguém especial em sua vida, dizendo: “Santo Antônio, protetor dos enamorados, faça chegar até mim aquele que anda sozinho e que em minha companhia será feliz”.

2) Acender uma vela rosa, de qualquer tamanho, em um pires com mel e pedir ao Arcanjo Haniel a verdadeira realização afetiva.

3) Colocar um quartzo rosa dentro de um copo transparente, com água filtrada, e deixar no sereno, na véspera do dia de Santo Antônio, pedindo tudo que almeja para a realização afetiva - felicidade, respeito, harmonia, companheirismo, cumplicidade, afeto, dedicação, carinho, amor, compreensão, etc.
No dia seguinte, passar água nos pulsos, para se articular sempre com equilíbrio; nos joelhos, para ter flexibilidade e respeitar o outro; no coração, para amar com sinceridade e que o amor seja pleno e digno.

4) No dia de Santo Antônio, olhe para o céu e escolha uma estrela . Fixe nela seu olhar e faça seu desejo com fervor.
Abra os braços e agradeça ao Universo a chegada do amor.

- Simpatia para quem somente "fica" e quer formalizar o relacionamento

Retire 3 espinhos de uma rosa vermelha e coloque dentro do perfume que você usa e que a pessoa gosta. Peça para Santo Antônio remover os obstáculos “se for para a felicidade de ambos”. Use o perfume sempre que estiver com a pessoa.

BANHOS DE ERVAS, PLANTAS, FLORES FUNCIONAM?

Impossível separar a realidade da fantasia.
As ervas e plantas sempre foram usadas desde a Antigüidade como aromáticas, na medicina, na culinária, cosmética, perfumes, hábitos de higiene, para embalsamar corpos, para atrair bons fluidos e afastar negatividade. Assim, o alho é usado para repelir vampiros ou ainda é feita a queima de determinadas madeiras para manter afastados animais ferozes e insetos, como a Citronela.

As flores possuem freqüência vibratória e elementos fluídicos, através da cor e do perfume, além de embelezar e ionizar ambientes, como as rosas, por exemplo.

. Banho de Atração

Ferver em 1 litro de água:
7 pétalas de rosa vermelha (símbolo da paixão)
7 gotas de óleo essencial de sândalo (afrodisíaco)
7 cravos da Índia (afrodisíaco)
7 pitadas de coentro (afrodisíaco)
Coar e jogar do pescoço para baixo após o banho

· Para arrumar um(a) namorado(a)

Logo na manhã do Dia dos Namorados, véspera de Santo Antônio, compre um metro de fita azul de qualquer largura e escreva nela o nome completo da pessoa amada. À noite, conte 7 estrelas no céu, sem apontar, e faça um pedido ao santo para que ele ajude você a conquistar o coração dessa pessoa. No dia seguinte, amarre a fita nos pés da imagem de Santo Antônio e deixe lá, até conseguir arranjar uma pessoa para namorar.

· Para que o seu amor volte

Compre um pedaço de papel vermelho, escreva nele o nome da pessoa que você ama e quer que volte. Pegue uma foto dela e cole-a no papel. Num vaso transparente, coloque meio litro de água benta e sete botões de rosa vermelha. Vá até uma igreja que tenha a imagem de Santo Antônio, coloque o vaso no altar. Em sua casa, acenda sete velas brancas, juntamente com a fita vermelha de papel com a foto, ofertando-as ao santo e pedindo pela volta do seu amor.

· Para nunca perder a pessoa amada

Quem ama deseja prender a pessoa amada na prisão de seus braços e subjugá-la com seu amor, impedindo-a de se afastar de si para sempre. Esse sentimento de posse, característica da paixão, independe de sexo, idade ou qualquer outro fator, podendo se manifestar indiscriminadamente. Basta amar para querer prender. Se você se sente assim e quer se assegurar de que a pessoa amada não vai deixá-la(o) por outra(o), faça a seguinte simpatia: pegue fotografias sua e da pessoa amada, de corpo inteiro, passe cola nas faces das duas e coloque-as uma de frente para a outra, enrolando um retrós de linha vermelha, em cruz, até o final. Cole-as, em seguida, no verso do quadro com a imagem de Santo Antônio, colocando-o na parede do seu quarto, acima da cabeceira de sua cama.
Toda manhã, quando se levantar, e à noite, quando for se deitar, olhe para os olhos do santo e mentalize seu amor e você, unidos para sempre pela influência de Santo Antônio.

. Para saber se irá se casar

Essa é uma curiosidade de toda mulher que atinge a idade de se preocupar com relacionamentos, amor e paixão. Saber se vai se casar logo ou não é uma expectativa muito interessante. Se você tem essa curiosidade, faça a seguinte simpatia, uma das mais tradicionais para o assunto: na véspera do dia de Santo Antônio, compre um copo branco e, à meia noite, coloque água. Quebre um ovo gelado dentro do copo, com cuidado, para não arrebentar a gema. Deixe no sereno por toda a noite. No dia seguinte, antes do sol nascer, pegue o copo e observe. Se estiver coberto por uma névoa branca você se casará antes do dia de Santo Antônio do próximo ano.

· Para ser pedida em casamento

Pegue uma fita vermelha e use-a no sutiã, entre os seios, por sete dias. Após este prazo, coloque-a dentro de um envelope, lacre-o e coloque-o no altar de Santo Antônio. Reze ao santo pedindo que realize seu desejo. Depois, acenda uma vela de sete dias.

14 de fev de 2011

Salmo 23

envie seu relato sobrenatural ou pergunta piresvale@gmail.com os relatos serão divulgado aqui

Salmo 23
O Senhor é o meu Pastor, nada me faltará.
Deitar-me faz em verdes pastos,
guia-me mansamente às águas tranquilas;

Refrigera a minha alma,
guia-me pelas veredas da justiça por amor do seu nome,

Ainda que eu andasse pelo vale da sombra da morte
não temeria mal algum, porque tu estás comigo,
a tua vara e o teu cajado me consolam;

Preparas uma mesa perante mim na presença dos meus inimigos,
unges a minha cabeça com óleo, o meu cálice transborda;

Certamente que a bondade e a misericórdia
me seguirão todos os dias de minha vida,
e habitarei na casa do Senhor por longos dias.

Amém.

7 de fev de 2011

Ectoplasmia e Ectoplasma

envie seu relato sobrenatural ou pergunta piresvale@gmail.com os relatos serão divulgado aqui

Ectoplasmia e Ectoplasma


Conhecemos a telergia, que poderíamos defender como uma força psicofísica exteriorizada. Algumas vezes esta força está condensada, apresentando-se até visivelmente. Uma força condensada, dirigida pela psicobulia e dependente dela, teoricamente, poderia ser modelada.

A exteriorização dessa substância e sua formação externa, mais ou menos modelada e modelável, foi descrita de maneira sistemática, pela primeira vez entre os metapsíquicos (parapsicólogos), por Schrenck-Notzing. Ele a chamou teleplastia. Outros especialistas a designaram pelos nomes análogos de teleplasia, teleplasmia, assim como ectoplasia, ectoplastia e ectoplasmia. Nós adotaremos o termo ectoplamia porque, designando o fenõmeno, é o termo mais frequentemente usado.

Ectolplasmia ou, em concreto, ectoplasma, deriva do grego "ectos"=fora e "plasma"= coisa formada ou modelada. O termo foi criado por Chales Richet (Traité de Métapsychique- Paris-1923): "De início, uma massa confusa, mais ou menos informe...são estas formações difusas que eu chamo ectolplasmas, porque parecem sair do corpo."Ectoplasmia designa o fenômeno; ectoplasma a substância.

As técnicas e materiais para trucar o ectoplasma são inumeráveis.Empregam-se tecidos especiais como sêda, tipo gaze ou musselina, com aparência vaporosa na escuridão. Alguns desses tecidos são tão finos que grande quantidade tem um volume insignificante, podendo ser escondido no ouvido ou até na cavidade de um dente falso. Um tecido especial de "sêda" japonesa com i,3 cm de volume pode formar um balão de 5 metros de diãmetro.

Já manejamos pessoalmente uma substância que se vende nas lojas (ao menos nas norte-americanas) para truques de espiritismo; uma substância apresentada em drágeas que metida na boca, desprende, quando se sopra, vapores brancos "misteriosos". Também usamos uma substância que untada nos dedos, produz neles, ao esfregarem-se, uma espécie de luzes ou chamas ou nuvens brancas e luminosas de notável efeito.
O ectoplasma deve ser considerado como um fenômeno de condensação da telergia, no sentido amplo em que consideramos a telergia.

Num primeiro estágio de condensação, a telergia não passa de um fluído ou pequeníssima radiação humana, sempre porém, um verdadeiro fenômeno metafisiológico. Em tal estágio inicial de condensação, só é perceptível mediante técnicas e aparelhos delicadíssimos sendo capaz de realizar só pouquissimo trabalho.
Oscar G. Quevedo S.J- Livro: As Forças Físicas da Mente (Vol.1)- Ed. Loyola

Trata-se a ectoplasmia do fenômeno pelo qual a força psicofísica – de tão condensada – apresenta-se em substância visível. Uma força condensada, dirigida pela pscobulia (vontade psíquica), mas ou menos modelada e que se externa em diversas formas.

Foi conhecida, primeiramente, como teleplastia, depois teleplasia e hoje como ectoplasmia.

ECTOS significa forma.
PLASMA significa coisa formada ou modulada.
ECTOPLASMA é s substância.
ECTOPLASMIA é o fenômeno.


Apesar de sua forma moldável, o Ectoplasma pode se apresentar invisível e intangível, mesmo realizando trabalhos que envolvam a força.

O ectoplasma pastoso é o mais freqüente de se tornar visível e pode-se perceber sua ligação com o corpo do dotado.

Num sentido amplo, a ectoplasmia deve ser enquadrada como fenômeno de condensação da Telergia, ou seja, a telergia sai do corpo do dotado (ectoplasta) exteriorizada e condensada em forma de ectoplasma, e chega ao objeto, razão pela qual se atravessarmos a linha entre o ectoplasta e o objeto, dificultamos a telergia. Há uma corrente de vinculação entre a substância e o próprio ectoplasta, tanto que há uma reação do dotado se, porventura, tocamos ou ferimos o membro exteriorizado.

Desaparecido o fenômeno, o ectoplasma é reabsorvido no organismo do dotado, razão pela qual afirmam os pesquisadores que trata-se de uma energia transformada e não propriamente de um composto químico.

20 de jan de 2011

Comecei a ouvir e ver coisas, (relato)

envie seu relato sobrenatural ou pergunta piresvale@gmail.com os relatos serão divulgado aqui
Olá pessoal! Este é o meu primeiro relato, e como é bom poder compartilhar o que guardo comigo a muito tempo.
Isso ocorreu no ano de 1996, eu tinha 12 anos, morava em Campo Grande, Mato Grosso do Sul. Eu e meus irmãos sempre brincávamos com as crianças do bairro, era normal estarmos sempre juntas, até que um dia um amigo nosso, o Marcelo, caiu de uma árvore enorme, eu não sei dizer aproximadamente a que altura, o que posso dizer é que as árvores do interior são gigantes. Bom, ele ficou em coma por alguns dias. Ele caiu batendo nos galhos, foi o que na verdade o salvou porque se fosse direto, como cair de um prédio de uns 10 andares, seria fatal.
A família dele cuida até hoje de um centro espírita, nada contra pessoas que freqüentam, eu respeito a todos, mas sempre tem alguém que usa isso pra fazer mal para alguém e isso eu não concordo.
Meu amigo graças a Deus se salvou, ficando com algumas seqüelas. Ele não podia andar e nem falar, mas só pelo fato de estar vivo era motivo de comemorarmos... Enfim, sua família fez uma festinha no centro espírita e todas as crianças foram e eu e meus irmãos também fomos, afinal, éramos crianças e amigos dele. Comemos, bebemos, brincamos... e no final ele recebeu o primeiro pedaço de bolo e disse para dar a alguém... pois é, ele me escolheu! Eu nem imaginava isso. Ele ainda não havia recuperado seu juizo perfeito, mas se lembrou de mim!
Acabou a festinha, fomos pra casa. Minha mãe nos colocou na cama para dormir, daí começa meu desespero.
Meus irmãos já estavam dormindo, derrepente comecei a ouvir batidas de tambores, risadas... e derrepente ouvi um grito de uma mulher, um grito de horror, sofrimento e ao mesmo tempo risadas e o som do tambor. Isso durou uns quinze minutos, daí eu corri para a cama do meu irmão e dormi agarrada nele. Quando ele acordou levou um susto e brigou comigo. Contei a ele o que aconteceu, mas é claro, jamais ele acreditaria. Contei para minha mãe e ela disse que não ouviu nada e nem meus irmãos.
Foi a noite mais terrível da minha vida! Depois disso começou a acontecer algumas coisas comigo... Comecei a ouvir e ver coisas, mas isso vou relatar depois.
Gente, acreditem. Nós não estamos sozinhos no mundo. Estamos rodeados por coisas do outro lado, do oculto.
Obrigada.

4 de dez de 2010

estética do Catimbó

envie seu relato sobrenatural ou pergunta piresvale@gmail.com os relatos serão divulgado aqui


Cantigas
A simplicidade litúrgica e estética do Catimbó se estende para as suas cantigas que tem utilização e estrutura
similar aos pontos de Umbanda, mas, que são diferentes. Não se usa no Catimbó, para seus mestres, os pontos de
Umbanda, exceto é claro se será trabalhada uma linha de Umbanda, como a dos Caboclos e almas.

É interessante observar que a entidade primária do Catimbó são seus Mestres, mas nada impede, como ocorre na
Umbanda, que da Raiz do mestre principal possam ser trabalhadas linhas emprestadas como as de Umbanda, mas
este aspecto é tratado com mais detalhe em outro lugar deste sítio.

No que diz respeito às Cantigas e no que pese a característica de cada casa, os Mestres em geral representam a
alegria e descontração, assim suas cantigas também são assim.

Mesmo em sua simplicidade vamos encontrar Cantigas especializadas para cada tipo de invocação e trabalho.
Notem que cada casa pode ter suas próprias cantigas ou fazer variações em cantigas conhecidas. É o mesmo
fenômeno natural que também ocorre na Umbanda, pelo simples fato que estamos tratando com gente e tradições
orais (pela falta da habilidade escrita).



Desta forma as cantigas aqui listada refletem a forma como eram empregadas na já extinta “Tenda de Catimbó do
Rei Cigano”.

Estas cantigas são usadas para se iniciar a chamada dos mestres. Alguns mestres vem quando suas
cantigas próprias são cantadas e outros quando estas são usadas. Estas cantigas podem ser usadas
no meio dos trabalhos e não necessariamente no início.
Chamando mestres I

Estava sentado na linha
comendo farinha
quando o trem passou.

Jogaram um balaio de matéria
que veio do inferno
o diabo mandou

Pau-ferro, pau martelô.
Vai virando,. Pau martelô
[ mestre ] pau martelô.

Chamando mestres II

Eu moro é debaixo d`agua
debaixo da ponte eu venho.

É na virada
é na virada
é na virada eu venho

é na virada
é na virada
é na virada eu vou.

9 de nov de 2010

Viagem Astral

envie seu relato sobrenatural ou pergunta piresvale@gmail.com os relatos serão divulgado aqui
Viagem Astral
Apesar de nem todas as palavras a baixo serem as mas mesmas do livro, e ter acrescentado alguns pontos de vista, não seria justo da minha parte não deixar aqui os créditos dos ensinamentos abaixo.
As idéias aqui expostas se encontram no livro "Voar sem Vassoura" da autora D.J.Conway. Espero que essas possão servir de ajuda nessa viagem pelo conhecimento. Boa Leitura!
O Plano Astral
Antes de mais, é necessário compreender as divisões da mente que influenciam a viagem astral. Cérebro e mente não são a mesma coisa; o cérebro e um órgão, enquanto a mente, palavra que provém do grego menos (espírito), é uma parte do indivíduo que sente, compreende, pensa, recorda e deseja. Apesar de os cientistas terem determinado muitas das funções cerebrais, a ciência não tem qualquer idéia sobre a função da mente, nem sabe, a não ser de modo vago, como explicá-la, ou onde situá-la.
Nos humanos, a mente consciente está associada ao hemisfério esquerdo do cérebro. Às ondas cerebrais rápidas e de baixa voltagem que vibram entre 14 e os 28 ciclos por segundo, ligadas à atividade de mente consciente, chamamos ondas Beta.
A mente subconsciente está associada ao hemisfério direito do cérebro, que é a parte criativa. É artística, intuitiva, produz imagens e está ligada à imaginação e a criatividade. É a crença poderosa que se forma nesta área da mente que cria as manifestações e nos dá a capacidade de realizar a magia. A mente subconsciente produz as ondas Alfa que vibram entre 8 e os 13 ciclos por segundo.
Freqüentemente, nos períodos de contemplação, estas ondas Alfa estão misturadas com outras ainda mais lentas, a qe chamamos ondas Teta. Quando a mente subconsciente se encontra no estado Alfa-Teta, o seu poder é dez vezes superior ao da mente consciente; este fato dá-lhe a possibilidade de desempenhar feitos "impossíveis". Esta mistura das ondas Alfa-Teta parece ser comum mesmo durante outras atividades que não a meditação nas pessoas que possuem dotes psíquicos e, também, naquelas que são criativas.
Há uma terceira parte da mente à qual a maioria das pessoas presta pouca atenção. Trata-se da mente superconciente, a parte mais nebulosa do nosso processo de pensamento. É esta seção que emite o estado de sonolência das ondas Teta, que vibram entre os 4 e os 7 ciclos por segundo. Quando conseguimos atingir o estado de superconsciência, encontramo-nos em meditação profunda, em transe, ou fazendo viagem astral.
Existem deteminadas pessoas que não deveriam empreender deliberadamente uma viagem astral. Escritores muito conceituados em áreas como a metafísica, a bio-regeneração e a psiquiatria fazem o mesmo aviso: os neuróticos depressivos, os que possuem uma imaginação perigosamente ativa, os epiléticos, os doentes mentais, os grandes fumadores de marijuana e, também, aqueles que estão profundamente dependentes de drogas, nÃo deveriam entrar em estados de meditação profunda, em transe, nem treinar bio-regeneração. Os problemas destas pessoas pioram, freqüentemente, com o desenvolvimento destas práticas.
O mesmo princípio aplica-se às pessoas cujo temperamento é instável, às que são altamente sugestionáveis ou que não desejam enfrentar a verdade dos seus atos na vida.
Todas as tradições que crêe no plano astral nos falam da existência de mais de um nível astral. Várias tradições afirmam que níveis são sete, contendo áreas superiores e inferiores. É possível que estes esteja ligados aos sete chakras, ou centro de força.
Devemos saber também que você só consegue afastar ou exorcizar um espírito com base naquilo que ele acredita, e não naquilo que nós acreditamos. Um exemplo disso é tentar afastar uma entidade que nunca acreditou na Biblia ou em religião Cristã com palavras de Jesus, ou em nome dele. Esse tentativa pode ser totalmente em vão.
Felizmente, a maior parte dos espíritos que habitam o plano astral inferior não tem força ou não sente suficientemente habilitada para causar problemas aos humanos que habitam o corpo físico. Algumas delas estão perdidas em seu próprio subconsiêncte e pagando por suas "marcas" dos erros causado pelo passagem aqui no plano físico.
Antes que encerrar a parte sobre Plano Astral, é bom lembrar que para uma entidade exerça algum poder sobre nós, é necessário que acreditemos nela. Lembre-se também que o plano astral é sensível a pensamentos e às emoções. Negarmos nosso medo, são significa que ele deixou de existir; o que temos que fazer é substituir o pensamento negativo por um outro que seja positivo. Por exemplo: se acreditarmos na reencarnação, não existe motivo algum que nôs leve a temer a morte.

11 de out de 2010

NOSSA SENHORA APARECIDA (12/10)

envie seu relato sobrenatural ou pergunta piresvale@gmail.com os relatos serão divulgado aqui

NOSSA SENHORA APARECIDA (12/10)

Realize um desejo com a ajuda da Padroeira do Brasil, fazendo o seguinte: pegue 1 metro de fita cor-de-rosa (se for mulher) ou azul (se for homem) e amarre na cintura. Depois de ficar 24 horas com a fita, jogue no lixo e peça a ajuda de Nossa Senhora Aparecida, rezando 3 Ave-Marias em intenção a ela.

29 de ago de 2010

Astrologia reencarnação

envie seu relato sobrenatural ou pergunta piresvale@gmail.com os relatos serão divulgado aqui
Os astrólogos actuais podem repartir-se em duas tendências: os racionalistas e os espiritualistas.

Os primeiros praticam a astrologia como um meio de conhecimento
imediato dos homens. Empoleirada nas técnicas de investigação
psicológica do século XIX e XX (psicanálise etc.), essa astrologia
recusa as dimensões espirituais esotéricas. E, em suma, a irmã gémea da
"medicina de consertos" ocidental, que só conhece o corpo material.
Recusando a existência do corpo esotérico e do corpo astral, essa
medicina só vê no homem um conjunto de reacções psicoquímicas. Como a
medicina derivada das teorias de Pasteur, a astrologia racionalista
ignora a finalidade cósmica do homem.

Para os astrólogos da segunda tendência, os espiritualistas, o estudo
do tema individual não só descreve o corpo doente, a mente
desequilibrada, ou a vida emocional perturbada, como também, mais
ainda, esse tema astrológico pode responder às questões fundamentais
que o indivíduo se coloca: "Quem sou eu? Para que serve a minha existência? Aonde irei depois de minha morte? De onde vim?"

O astrólogo espiritualista recoloca o homem numa estrutura de espaço e
de tempo que esclarece sua finalidade. A astrologia espiritualista ou
esotérica é naturalmente reencarnacionista. Seu nível de explicação é
muito mais amplo. O tema actual representa apenas uma encarnação, a
mais recente, que é a resultante das precedentes... O tema (em particular no momento da morte) chega a dar indicações sobre a próxima encarnação!

Efectivamente, um tema analisado nessa perspectiva "cármica" explica
luminosamente os gostos, o temperamento, os defeitos e as qualidades do
nativo. Descemos aí a um nível de investigação muito mais profundo do
que a psicanálise, já que essa astrologia espiritual reconhece a marca
das experiências anteriores sobre o comportamento actual do sujeito. Os
traumatismos das vidas anteriores podem ser lidos num tema se o
astrólogo é suficientemente competente, e se as faculdades de juízo são
suficientemente refinadas.

Sem ser ela mesma uma religião, a astrologia espiritualista é uma
espécie de revelação sobre a organização divina do Cosmos. Assim como a
"religião" tem algo a ver com "ligar", a astrologia espiritualista nos
liga ao "projecto divino". "No começo, Deus criou o céu e a terra"- diz
o Génesis. E Deus diz: "Que haja luminárias no firmamento do céu para
separar o dia e a noite; que elas sirvam de sinais, tanto para as
festas como para os dias e as estações." O estudo dessas luminárias
devia ser uma forma de meditação transcendental. Assim praticada, a
astrologia desemboca num deslumbramento, enlightment, como dizem os americanos (traduzindo assim a noção de iluminação, cara aos budistas). A astrologia, a cabala, a numerologia, a alquimia, o I Ching, etc. são os arcanos do conhecimento superior.

Esta era também a maneira de pensar dos grandes mestres da Antiguidade.
Aí está por que reencarnação e astrologia nunca se opuseram nas
civilizações antigas.

Caminhavam lado a lado, com toda a naturalidade, como dois tipos de
pesquisas paralelas conduzidas simultaneamente pelos sacerdotes e pelos
iniciados. Terão eles, entretanto, feito a síntese entre as duas?

No Oriente, sim. No Ocidente é menos nítido. Um enorme número de
tradições esotéricas ocidentais, que se transmitiam de boca em boca,
perderam-se. Foi ocaso do ensinamento dos druidas, por exemplo que, na
Gália e na Grã-Bretanha, bem parecem ter coordenado astrologia e
reencarnação, como testemunha César.

CALDEUS, GREGOS E ROMANOS

Os caldeus, observadores pacientes e apaixonados do céu, criaram a
astrologia ocidental. Seus assombrosos conhecimentos astronómicos
haviam feito com que descobrissem os planetas, até Saturno, inclusive.
Já haviam medido suas revoluções - sideral e sinódica, com uma margem
de erro muito pequena, e podiam prever com antecedência sua posição.
Eram particularmente bem informados sobre as diferentes fases da Lua, e
previam com precisão a volta dos eclipses. Foram eles que, tendo
traçado os limites da eclíptica, haviam-na dividido em 12 porções, que
se tornaram os "signos do Zodíaco". E como haviam compreendido que
certas posições astronómicas pareciam ocasionar de novo os mesmos
movimentos (os mesmos traços de carácter), tinham desenvolvido a
interpretação simbólica daquelas posições astrais - ou seja, a nossa
astrologia.

Mas teriam eles associado esta última à reencarnação? Numa palavra,
seriam eles capazes de reencontrar as vidas anteriores através da
leitura de um tema? Não se sabe exactamente.

Mestres consumados na arte de prever o futuro, interessar-se-iam pelo
passado anterior? Os caldeus não eram certamente, assim como nós hoje
em dia, estranhos à noção de reencarnação: Zoroastro parece ter sido
herdeiro de uma velha tradição local. E altamente provável que certos
sacerdotes-astrólogos iniciados utilizassem a astrologia para conhecer
a evolução cármica das almas. Mas nenhum texto ou documento chegou até
nós, actualmente.

Os babilónios, que vieram depois dos caldeus, retomaram e desenvolveram
amplamente sua ciência, tanto em astronomia-astrologia, quanto em
esoterismo. Transmitiram-na aos gregos, de quem a herdamos.

Pensa-se que os egípcios não ignoravam de modo algum a astrologia
reencarnacionista. Mas seus conhecimentos nesse assunto permanecem tão
misteriosos quanto a Esfinge e a Grande Pirâmide...

Quanto aos gregos, um grande número deles, como vimos, acreditavam na
transmigração das almas. Mas os filósofos do período clássico que a
mencionaram não a ligaram à astrologia caldéia (que só foi vulgarizada
tardiamente entre os gregos, no século III antes de Cristo).

Entretanto, Alexandre trouxera brâmanes da sua expedição à índia,
intensificando assim os intercâmbios religiosos com o mundo grego. As
tradições caldeia e egípcia, assim como a mitologia grega e a
influência indiana irão misturar-se para dar aqueles "mistérios"
iniciáticos, tão em voga no início da era cristã, mas não parecem ter
convergido para criar uma verdadeira escola de astrologia
reencarnacionista. Ninguém, no Ocidente, parece ter-se preocupado em
coordenar astrologia e reencarnação.

Ninguém, salvo, talvez, os druidas. Mas estes logo vão desaparecer, sem
deixar seus ensinamentos. A consciência das vidas anteriores apaga-se
pouco a pouco na Europa, a partir do século VII. A astrologia, em
compensação, permanece oficial ainda durante mil anos. Mas ninguém lhe
pede que seja "reencamacionista". O Ocidente esqueceu tudo...

Nos séculos XVIII e XIX, grande buraco negro: a astrologia, por sua
vez, cai num descrédito total. Raros esotéricos, rosacrucianos,
alquimistas e cabalistas conseguiram, no entanto, manter viva a chama,
por vezes à custa de suas vidas. Eles estarão na origem de um
renascimento que só se ampliará no século seguinte. Na Alemanha,
Goethe, no entanto, mostrar-se-á convencido da realidade da
reencarnação, e se apaixonará pela astrologia. Não estabelecerá, no
entanto, a ligação entre as duas.

Enfim, na segunda metade do século XIX, e no início do século XX, irão
levantar-se alguns grandes espíritos que se voltarão para as fontes
indianas e tibetanas: no Oriente não se rejeitou a reencarnação, nem a
astrologia. Melhor ainda, integrou-se uma à outra, com toda a
naturalidade! Corajosamente, pioneiros europeus e americanos
reintroduzem no Ocidente esses dois espantalhos, "ilusões diabólicas",
"especulações perigosas", nascidas de uma "mentalidade pré-científica".

Como me dizia recentemente uma velha senhora: "A reencarnação? Minha
filha, é muito perigoso mexer com essas coisas! Não se meta nisso de
jeito nenhum. Todos os meus conhecidos que caíram nessa história
tiveram os piores aborrecimentos!" 

7 de ago de 2010

Regressão Espiritual – O que eu fui na outra encarnação vida passada

envie seu relato sobrenatural ou pergunta piresvale@gmail.com os relatos serão divulgado aqui
eu sei de tudo, e você?

Regressão Espiritual – O que eu fui na outra encarnação vida passada

voce gostaria de saber sobre o passado  saber o quem foi na outra encarnação?


veja as  ferramentas para saber o que você foi na outra encarnação, , assim conseguirá saber o que você foi na outra vida passada.

O que você foi na outra vida – Regressão espiritual


Vidas Passadas – Ferramentas da internet

estas Ferramentas vão te  informar o que você foi na sua vida passada, , clique na imagem:
Teste de regressão

Vidas Passadas - Saber o que eu fui na outra vida

Vidas passadas - Saiba o que eu fui na outra encarnação


http://magosdaluz.blogspot.com/p/oraculos-on-line-gratis.html













                 
 

CHAKRAS


Gênio Pessoal (ou Anjo Guardião)         , tem suas atribuições com os seres humanos e pode ser  solicitado para vir ajudar aqueles que estão sob a sua proteção. Conheça  os 72 Gênio


CROMOTERAPIA 



Sinastria 


TAROT PROFISSIONAL


RECADO DO SABIO




BARALHO CIGANO


RUNAS


 ASTROLOGIA CHINESA




 TAROT



TAROT ANTIGO


 ICHIG



ORÁCULO DO AMOR 


NUMEROLOGIA



compatibilidade do relacionamento


ENERGIA DO DIA



HORÓSCOPO DIÁRIO




musica para relaxar




. http://amostragratisnetaprovados.blogspot.com

3 de jun de 2010

na hora de morte



A dra. Louisa Rhine, pesquisadora do laboratório de parapsicologia da universidade de Duke, estudou vários casos de relógios que pararam de funcionar no momento da morte do seu dono. Num desses casos, um morador do Canadá relatou à dra. Rhine o que ocorreu em sua família; quando à morte do irmão de sua cunhada.

Quando o doente terminal morreu, às 6:24, ele telefonou para a família e para o médico, e em seguida preparou algo para que os visitantes pudessem comer. Além disso, era necessário ficar observando o relógio, porque a agência funerária chegaria às 9:30. Durante o café, um dos visitantes peguntou as horas, a cunhada do depoente consultou um relógio de bolso que lhe foi dado pelo seu irmão falecido; ao ver as horas, ela teve uma terrível surpresa: o relógio marcava exatamente a hora e os minutos em que seu irmão morrera.

Para ter certeza de que aquilo não era uma estranha coincidência, ela pediu ao seu outro irmão que desse corda, para saber se ele parara por falta desta. O relógio ainda tinha três quartos de corda.

10 de mai de 2010

Exu Tranca Ruas Das Almas

visualizar


http://www.youtube.com/watch?v=OXPeuPH2IDU&feature=related

7 de mai de 2010

Anjos Celestes


Nomes dos principais Anjos Celestes e suas atribuições.
A hierarquia dos Anjos Celestes é dividida em Reinos, Principados, Domínios... seguindo o exemplo da cabala dos anjos. Há anjos patronos e governantes de países e regiões, do mesmo modo que há santos patronos e padroeiros.

Os nomes e atribuições aqui relacionados estão baseados nas tradições cristãs, judaicas e mulçumanas, podendo variar de acordo com seitas e outros grupos de pesquisadores.

Príncipes Celestiais:
GABRIEL - GEBHER
Príncipe dos Anjos é o mais poderoso de toda a hierarquia angelical, é considerado um divino Elohim. Seu poder é equiparado ao de Lúcifer e ao do Próprio Deus Criador. Foi ela quem fez a anunciação do nascimento de Jesus a Maria. È o Anjo protetor de Jesus e do Profeta Mohammad (Maomé).  Seu nome significa O MENSAGEIRO. Além de possuir forte influência sobre os demais seres celestiais, possui domínio direto estão os Anjos: DAMABIAH, MANAKEL, AYEL, HABUHIAH, ROCHEL, YABAMIAH, HAIAEL, MUMIAH

METATRON
É um Elohin Anjo de Luz, príncipe de todos os Serafins,  governante das forças da criação e Rei dos Anjos. Por isso possui um grande poder de dimensões globais. Seu poder é equiparado ao de Lúcifer e ao do Próprio Deus Criador. É um anjo de proteção e força; Tem sobre seu domínio direto os seguintes anjos: VEHUIAH, JELIEL, SITAEL, ELEMIAH, MAHASIAH, LELAHEL, ACHACHIAH, CAHETHAL

MIGUEL -  MIKAEL
Príncipe dos arcanjos. Também é um Elohim com poderes equiparados ao de Deus. Foi ele com sua espada que liderou os celestes na guerra do Anjos, a qual terminou com a expulsão de Lúcifer do céu. Pela lâmina de sua espada muitos anjos caídos morreram. É sempre representado ornamentado com um escudo e uma espada:  Sobre seu domínio direto estão os Arcanjos: NEMAMIAH, IEIALEL, HARAHEL, MITZRAEL, UMABEL, IAHHEL, ANAUEL, MEHIEL

RAPHAEL – RAFAEL
Príncipe das Virtudes é um anjo guerreiro de grande poder, representado geralmente com uma espada na mão ou com um com arco e flecha. Foi Raphael quem subjugou e amarrou o poderoso Anjo Caído AZAZYEL, após este ter desafiado  Gabriel e Miguel. RAPHAEL atua na cura e o Anjo protetor dos médicos, por este motivo às vezes é representado segurando um frasco de bálsamo, óleo da cura. Sobre seu domínio direto estão os Anjos:  HAHAHEL, MIKAEL (anjo da virtude), VEULIAH, YELAIAH, SEALIAH, ARIEL, ASALIAH, MIHAEL

HANIEL
É um Elohin Príncipe dos principados, rege a graça de Deus. È um grande guerreiro na luta contra o mal, também tem forte influencia sobre o amor. Sobre seu domínio direto estão os Anjos: VEHUEL, DANIEL, HAHASIAH, IMAMAIAH, NANAEL, NITHAEL, MEBAHIAN, POIEL e Anjos CÚPIDOS.

RAZIEL - HAZIEL
Príncipe dos querubins é o anjo do conhecimento e guardião dos segredos de Deus. Sobre seu domínio direto estão os Anjos:  HAZIEL, ALADIAH, LAOVIAH, HAHAHIAH, YESALEL, MEBAHEL, HARIEL, HEKAMIAH

CAMAEL
Príncipe das Potências, auxiliar nas ações da força de Deus. Sua principal função é transmitir a força de Deus aos demais anjos, principalmente aos anjos de Potências. Sobre seu domínio direto estão os Anjos: IEHUIAH, LEHAHIAH, CHAVAKIAH, MENADEL, ANIEL, HAAMIAH, REHAEL, IEIAZEL

TSAPHKIEL – AURIEL
Príncipe dos tronos é o Anjo da Noite. Seu elemento é a terra, símbolo da criação. Seu poder de ação no mundo está associado aos terremotos.  Sobre seu domínio direto estão os Anjos: LAUVIAH, CALIEL, LEUVIAH, PALALIAH, NELCHAEL, IEIAIEL, MELAHEL, HAHEUIAH

TSADKIEL
Rege as Dominações é o anjo do fogo, da profecia e das revelações. Sobre seu domínio direto estão os Anjos: NITHHAIAH, HAAIAH, IERATHEL, SEHEIAH, REYEL. OMAEL, LECABEL, VASAHIAH

(Elohin são anjos que estão bem mais próximos de Deus, geralmente os Príncipes são considerados Elohin)

ANJOS - Categoria dos Anjos:
AYEL - Anjo da filosofia e religião, ajuda na longevidade e na preservação da raça humana e sua cultura.
AZRAEL – É um Anjo da Morte, apesar deste nome ele é um anjo celestial. Quando Deus solicitou a Gabriel que este separasse o barro para a criação do homem, Gabriel relutou assim como o Anjo Miguel. Mas AZRAEL, foi de imediato e separou o melhor barro para Deus. Por sua destreza, Deus “mais tarde” encarregou-lhe a missão de separa as almas desencarnadas e encaminhá-las ao céu. Por este motivo ele é Chamado de Anjo da Morte.
DAMABIAH - Possui poder sobre o mar, protege as pessoas que trabalham e vivem do mar; pescadores, embarcados, marinheiros... Protege contra feitiços
HABUHIAH -Atua na agricultura, criação e fecundação de animais. É um anjo harmonizador e provedor da paz.
HAIAEL - Quando invocado, fornece forças para as pessoas lutarem contra seus inimigos.
MANAKEL - Possui poder sobre a música e poesia. E grande poder para combater o ódio e acalmar as pessoas.
MUMIAH - Possui sabedoria sobre a química e grande poder contra a magia negra.
PORTUGAL – Anjo de Portugal – Anjo que acompanhou as aparições da Maria na Cidade de Fátima.
ROCHEL - Possui poder sobre a política e justiça. Também é invocada para ajudar na recuperação de objetos perdidos ou roubados.
YABAMIAH - Possui poder sobre as forças da natureza. Ajuda as pessoas a se recuperarem dos vícios das drogas e bebidas, com sua energia purificadora.

Categoria do Serafins

ACHACHIAH - Anjo da paciência e da tolerância
CAHETHAL - Anjo da Proteção Divina.
ELEMIAH - Atua na reconciliação.
JELIEL - Atua em revoltas e rebeliões.
LELAHEL - Atua na reconciliação amorosa, tem domínio sobre o amor e a cura.
MAHASIAH - Domínio sobre a filosofia e teologia, promovedor da paz.
SITAEL - Atua em revoltas e rebeliões.
VEHUIAH - Atua na área da justiça e assuntos difíceis de serem resolvidos.

Categoria dos Querubins
Os anjos querubins geralmente são representados como bebes nus e com asas.
ALADIAH - Atua na cura de doenças
HAHAHIAH - Anjo das revelações atua principalmente através dos sonhos.
HARIEL - Anjo propagador da fé religiosa.
HAZIEL - Atua na reconciliação
HEKAMIAH - Anjo protetor dos comandantes dos exércitos do bem.
LAOVIAH
- Atua no descobrimento de fraudes e segredos
MEBAHEL - Atua na área da justice e da liberdade.
YESALEL - Atua na amizade e no relacionamento conjugal.

Categoria dos Tronos:
CALIEL - Atua na descoberta da verdade
HAHEUIAH - Atua na obtenção da graça de Deus
IEIAIEL - Atua na diplomacia e no diálogo.
LAUVIAH - Anjo das revelações atua principalmente através dos sonhos. Também atua no bom sono.
LEUVIAH - Atua na memória, inteligência e na obtenção da graça de Deus.
MELAHEL - Atua no conhecimento de ervas que curam.
NELCHAEL - Atua contra a calúnia
PALALIAH - Atua na propagação da religião e da moral. Anjo das vocações.

Categoria das Dominações:
HAAIAH -Atua na diplomacia, no diálogo e nas disputas judiciais.
IERATHEL - Anjo de proteção
LECABEL - Anjo da agricultura, protege as plantações para o consumo humano.
NITHHAIAH - Atua na magia e no esoterismo.
OMAEL - Anjo da paciência e da tolerância
REYEL - Atua contra os hereges
SEHEIAH - Atua no combate a doenças e parasitas
VASAHIAH - Anjo da justiça

Categoria das Potência
Os anjos desta categoria exercem fortes influências na proteção dos animais
ANIEL - Atua nas artes e nas ciências
CHAVAKIAH - Protege e harmoniza paz na família
HAAMIAH - Protetor contra os espíritos malignos.
IEHUIAH - Protege as pessoas boas de coração
IEIAZEL - Atua na liberdade de expressão e na comunicação
LEHAHIAH - Protege as pessoas fiéis e guardiã das leis de Deus
MENADEL - Protege e mantém a pessoa em seu emprego.
REHAEL - Protetor contra o mal

Categoria das Virtudes
ARIEL – Anjo do agradecimento a Deus
ASALIAH – Anjo das leis de Deus
HAHAHEL - Atua contra os hereges, e protege a palavra de Jesus
MIHAEL – Atua na reconciliação e na harmonia conjugal
MIKAEL (anjo da virtude) -  Protege os viajantes
SEALIAH – Protege os humildes
VEULIAH – Anjo que atua contra a escravidão
YELAIAH -  Atua no judiciário, fazendo justiça

Categoria dos Principados:
CÚPIDOS – Anjos do Amor - O Cúpido é representado geralmente como um bebe nu com asas.  Ele possui um arco com flechas encantadas de amor.
DANIEL – Anjo da Misericórdia de Deus
HAHASIAH – Anjo da Elevação da Alma
IMAMAIAH – Anjo de proteção contra as pessoas cruéis
MEBAHIAN – Protetor das crianças
NANAEL – Anjo protetor dos professores e mestres
NITHAEL - Anjo da Misericórdia de Deus, Protetor dos presidentes.
POIEL – Protetor da filosofia
VEHUEL – Anjo da Glorificação de Deus

Categoria dos Arcanjos
ANAUEL – Anjo da sabedoria espiritual
HARAHEL – Atua na cura de doenças nos órgãos reprodutores – Anjo da Procriação
IAHHEL – Anjo da sabedoria e idéias
IEIALEL – Atua contra a depressão.
MEHIEL – Proteção contra os inimigos
MITZRAEL – Atua na curas espirituais
NEMAMIAH -  Protege os justos
UMABEL – Favorece a amizade e o diálogo
Para Saber mais veja também:
>> ANJOS CAÍDOS
>> DJINN – Demônio do Fogo
>> DRAGÕES
Autor Mr.Tlaloc
Fonte: www.sobrenatural.org

26 de abr de 2010

OriAxe - Festa de Ogun



visualizar


http://www.youtube.com/watch?v=bJKGsz9gx0c&feature=related
Ogum

dia da semana
quinta-feira (para alguns, terça-feira)

cores
no Candomblé, anil; na Umbanda, vermelho e branco

símbolos
ferramentas: facão, machadinha, pá, enxada, picareta, serrote, martelo etc.

elemento
terra

plantas
espada de Ogum, guiné, caruru, beldroega

animais
cavalo

metal
ferro trabalhado

comida
adalu, feijão assado, angu com miúdos, vatapá, guisado de carne, farofa, inhame.

bebida
cerveja clara

sincretismo
São Jorge ( 23.4 ) ou São Sebastião ( 20.1 )

domínio
a reta dos caminhos, as lutas, o trabalho.

o que faz
dá força para vencer demandas e habilidade para lidar com ferro.

quem é
o aventureiro desbravador e conquistador. Padroeiro dos militares e artesãos.

características
corajoso e aventureiro, explosivo mas de coração grande, sem sofisticação.

quizília
lugares fechados, quiabo

saudação
Patakori!

onde recebe oferendas
nos caminhos e estradas de ferro; no centro das encruzilhadas.

riscos de saúde
hipertensão, problemas nos braços, nevralgias.

presentes prediletos
flores vermelhas, velas, charutos, suas comidas e bebidas.

observação
originalmente, a festa de Ogum era a da colheita do inhame. Ele é um Orixá da agricultura.

lendas:

(1)
Ogum foi o segundo filho de Iemanjá e era muito ligado ao irmão mais velho, Exu. Os dois eram muito aventureiros e brincalhões, estavam sempre fazendo estrepolias juntos. Quando Exu foi expulso de casa pelos pais, Ogum ficou muito zangado e resolveu acompanhar o irmão. Foi atrás dele e por muito tempo os dois correram mundo juntos. Exu, o mais esperto, resolvia para onde iriam; e Ogum, o mais forte e guerreiro, ia vencendo todas as dificuldades do caminho. É por isso que Ogum sempre surge no culto logo depois de Exu, pois honrar seu irmão preferido é a melhor forma de agradá-lo; e enquanto Exu é o dono das encruzilhadas, Ogum governa a reta dos caminhos.

(2)
quando Ogum conquistou o reino de Irê, deu o trono para o filho e partiu em busca de novas batalhas. Anos depois, ele voltou ; mas chegou no dia de uma festa religiosa em que todos deviam guardar silêncio. Sentindo sede, quis beber, mas o vinho havia sido todo usado no ritual religioso; pediu comida e ninguém lhe respondeu, por causa da proibição religiosa. Pensando que o desprezavam, Ogum puxou a espada e matou todo mundo. Quando terminou a cerimônia religiosa, o filho veio ao encontro de Ogum, prestou-lhe todas as homenagens e ofereceu-lhe um banquete. Quando lhe explicaram o que ocorrera, Ogum ficou horrorizado com seu crime. Cravou a espada no chão e fez com que se abrisse um grande buraco por onde se afundou, tornando-se desde então um Orixá.

(3)
Depois que Exu foi expulso de casa pelos pais, ficou decidido que Ogum, o segundo filho, seria o sucessor do pai no governo. Entretanto, Ogum não gostava desse tipo de atividade. Seu prazer estava nas aventuras. Quando substituiu o pai durante uma viagem deste, Ogum deixou de lado as funções de governante, dedicando-se a passeios e confusões com os amigos. Estava sempre se metendo com as namoradas alheias e arrumando brigas. Para mantê-lo sossegado, então, o pai lhe deu o comando do exército e a missão de responder às agressões ao reino e de conquistar novos territórios. Nessas atividades, ele foi muito bem sucedido.
 

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Marcadores

Follow by Email

Recent Posts

Postagens populares

Minha lista de blogs