pesquisa magos da luz

Pesquisa personalizada
-------------------

1 de jun de 2014

Música Justiça Divina de Tonico e Tinoco

envie seu relato sobrenatural ou pergunta piresvale@gmail.com os relatos serão divulgado aqui

De cara, muitos de vocês devem estar se perguntando: "Quem é Tonico e Tinoco?" Bem, Tonico & Tinoco foi uma dupla caipira brasileira, considerada a mais importante da história da música brasileira e a de maior referência. Em 60 anos de carreira, Tonico e Tinoco realizaram quase 1000 gravações, divididas em 83 discos. As gravadoras a que eles pertenceram já lançaram no mercado um total de 60 discos. Tonico e Tinoco venderam mais de 150 milhões de cópias, realizando cerca de 40.000 apresentações em toda a carreira.

Eu conheço diversas músicas da dupla de tanto meu pai ouvir no aparelho de som de casa! Na época eu não gostava, mas hoje, agradeço ele :)

Uma das 1.000 gravações que fizeram chama-se "Justiça Divina" e sua letra foi baseada em uma foto sobrenatural.

A música conta a história uma triste história, ocorrida no interior de Minas Gerais no final dos anos 40. Um homem era marido de uma esposa que estava grávida. Só que ele tinha uma amante, que amargurada em ser a outra, convenceu o homem a matar a sua esposa para ficar com ela. Ele, besta que só, foi enfeitiçado pelas palavras da mulher e acabou matando a sua mulher, grávida de 6 meses, sufocada com um lenço. Após o enterro, ele e a amante se casaram, e na foto que era para eternizar o momento, apareceu o corpo de sua mulher morta!


Foto de 1949 mostra o corpo da esposa assassinada.
A foto existe até hoje e você pode vê-la na reportagem de Antônio Pimenta com imagens de Kevson Martins para o Jornal da Vitoriosa de 09/12/11, que conta a história com maiores detalhes:


 



 Declamado

Dois jovem se casava
No Arraiá de São José
Morava a felicidade
No seu rancho de sapé
Um dia por u'a amante
Abandonô sua muié

Cantado

E largô da sua esposa
Foi simbora do povoado
Foi vivê com sua amante
Esqueceu o dever sagrado
Um dia a amante falô
Com seu gesto enciumado
Vai dar fim na sua esposa
Pra nois viver sussegado


Já vencido da paixão
Como quem tá enfeitiçado
E matô sua muié
Enterrô num descampado
Vivero assim muitos ano
Como quem fosse casado
Foro tirá uns retrato
Por lembrança do passado

Quando a foto revelou
No retrato apareceu
Entre a amante e o assassino
A esposa que morreu
Toda coberta de flôr
Num caixáo que ele não deu
E um filhinho do seu lado
Que por crime não nasceu

Vendo isto o retratista
Na policia apresentô
Eles fôro condenado
O assassino confessô
Ficaro os dois na prisão
Conforme a lei condenô
Castigo da providencia
Justiça do Creador.
-->

Como Abrir Portais

envie seu relato sobrenatural ou pergunta piresvale@gmail.com os relatos serão divulgado aqui

Como Abrir Portais
As escolas antigas de ocultismo reconhecem a existência de 4 Mundos que interagem com o homem, são eles:
 
1 - O "Mundo Físico", este mundo possui uma particularidade, ele é formado pela junção de dois outros mundos, o "Mundo em que vivemos" e o "Mundo Etérico" (da alma).
2 - O "Mundo Astral", É o mundo da imaginação, da visão subjetiva, das viagens astrais. Região onde são realizadas as magias e feitiços.
3 - O "Mundo Espiritual", é o mundo da contemplação da fé, mundo dos anjos... Ao contrário do que muitos poderiam pensar, não é onde as almas desencarnadas ficam.
4 - O "Mundo Mental", é o mais elevado. Está relacionado á meditação, a intuição, ao poder psíquico e as doenças psicossomáticas.
 
Nesta matéria abordaremos especificamente o "Mundo Astral".
Abrir um portal para ter acesso a outras dimensões é uma façanha de Alta Magia. Mas o leitor não precisa ficar frustrado, porque vamos apresentar um exercício simples e muito eficaz que lhe dará acesso ao "Mundo Astral". Nesta experiência usaremos tão somente nossa visão subjetiva (visão etérica).

FAÇA SUA EXPERIÊNCIA
Material necessário:
- Um espelho médio
- Uma vela, fósforos e pires.
- Ambiente escuro ou meia luz.

Em um ambiente escuro acenda um a vela sobre o pires ou prato (faça isso longe de objetos inflamáveis).
Fique a uma distância de aproximadamente uns 40cm do espelho (em pé ou sentado). Coloque a vela a sua direita (ou no chão), um pouco afastado e de modo que ilumine sutilmente sua face. Fixe sua visão em um ponto imaginário entre seus olhos. Evite piscar, fique com os olhos aberto.


De frente para o espelho, Fixe sua visão num ponto imaginário entre seus olhos.
Resultados:
Seus olhos ficarão cansados. Neste ponto da experiência, um portal se abrirá atrás de seu reflexo. Importante não desvie sua atenção, fixe no ponto entre seus olhos observe a totalidade do espelho apenas com a sua visão periférica.

O que você poderá ver, entre outras coisas:
- Um mundo estranho se formando atrás de você...
- Seu rosto se transformará em outro...
- Seu rosto poderá perder a pele mostrando os ossos...
- Um ser estranho poderá surgir no espelho, um vulto poderá aparecer
 
A experiência poderá ser repetida em outros cômodos da casa e em cada cômodo uma visão diferente poderá surgir no espelho.

Há perigo do portal ficar aberto ou de alguém ficar preso nele?
R: Não há possibilidades que isto ocorra. Quem fez o exercício, perceberá que ao piscar os olhos, perde-se completamente o contado com o mundo Astral e o portal se fecha.
 
Uma explicação científica: Quando você fica olhando fixamente algo. Alguns pontos da visão que identificam as cores e formas ficam exaustos e enviam mensagens com falhas para o cérebro. Este para continuar atento, completa a informação como lhe bem convém, daí a formação de imagens estranhas e assombrosas. Algo Sobrenatural? A verdade é que este exercício é muito utilizado no ocultismo. Este procedimento também é utilizado pelo médium na leitura da bola de cristal. De qualquer forma é um ótimo exercício para se treinar a visão Etérica.

-->

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Marcadores

Follow by Email

Recent Posts

Postagens populares

Minha lista de blogs